Zygmunt Bauman foi o grande pensador da modernidade. Perspicaz analista de temas contemporâneos, deixou vasta obra – com destaque para o best-seller Amor líquido, fundamental para a compreensão das relações afetivas hoje.

Sociólogo e filósofo, soube se comunicar diretamente com seus leitores, levando milhares de pessoas a pensar a sociedade atual através do conceito de liquidez. Professor emérito das universidades de Varsóvia e Leeds, tem cerca de quarenta livros publicados no Brasil pela Zahar, com enorme sucesso de público. Bauman nasceu na Polônia e morreu na Inglaterra, onde vivia desde a década de 1970.

No mundo em que vivemos existe uma grande desigualdade social que não só continua crescendo como também muda suas características, porém continua mantendo a maior parte da riqueza na mão de poucos. O sociólogo Zygmunt Bauman comenta sobre o assunto.

Facebook:Filosofia é  Acesse o canal:Filosofia é

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS