“Cheguei à conclusão de que quem renega a sua experiência e diz ‘estive deprimido há muito tempo e não quero mais pensar ou saber disso e vou apenas seguir com a vida’, ironicamente, essas são as pessoas mais escravizadas pelo que tem.”

Andrew Solomon, proeminente conferencista e escritor norte-americano, é autor de diversos livros, traduzidos em mais de 20 idiomas, dentre os quais se destaca O Demônio do Meio-Dia (2001), obra em que analisa a depressão a partir de sua própria experiência com a doença. O livro, um best-seller, foi escolhido um dos cem melhores da década pelo jornal britânico The Times.

Na palestra abaixo o escritor, a partir de uma abordagem bastante original, discorre sobre a depressão, tema por muitos ainda tido como um tabu. Por mais que inúmeros sociólogos, médicos e psicólogos já tenham entrado em consenso sobre ser a depressão o grande mal do nosso século, muito pouco ainda se sabe sobre ela. Assim como proliferam linhas de pesquisa a respeito desta devastadora doença, proliferam formas de tratamento cuja eficácia vária, conforme variam os pacientes.

Confira a palestra na íntegra:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo

Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.


COMENTÁRIOS