Segundo Cortella, deixamos de “colher o dia”, de aproveitá-lo devidamente. Para ele, perdeu-se a visão harmônica do passado, presente e do futuro, de sorte que primamos por situar as nossas mentes em um deles, não raro distanciando-nos e minorando a importância dos outros.

Vale sempre ouvir as palavras de Cortela, uma das maiores referências do pensamento contemporâneo do Brasil

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo

Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.


COMENTÁRIOS