As fotos recriam uma cena onde uma adolescente é servida por negros representando escravos. O ensaio, taxado de racista, não foi muito bem recebido nas redes sociais.

A internet é implacável quando tem que ser (e até mesmo quando não tem), mas parece que algumas pessoas buscam mesmo se destacar na rede, ainda que de forma negativa. A bola da vez é um ensaio fotográfico de uma adolescente de 15 anos que mostra a moça sendo servida por negros vestidos de escravo.
Com o pomposo tema de “Jardim Imperial”, a festa será realizada em Belém. O ensaio foi feito em uma chacara na região metropolitana.

Comentários nas redes sociais condenam a atitude, configurando as imagens como racistas. O G1 entrou em contato com a mãe da debutante e aguarda o posicionamento da família.

As fotos polêmicas foram removidas das redes sociais da cerimonialista, Lorena Machado, que ainda postou um texto onde pede desculpas e esclarece que não teve a intenção de ofender nenhum negro.

“Eu estava lá porque acompanho as produções das festas que sou contratada, mas a ideia não foi minha. Isso é um pedido da família que foi discutido com a empresa que produz as festas temáticas. As festas de 15 anos são super produções hoje em dia, as meninas querem temas grandes, que geram produções imensas. Agora estão me atacando, estou recebendo ameaças. Vou esperar meu advogado para saber o que fazer”, revela.

empresa da qual Lorena fala é do produtor Gustavo Sales, que também falou com o G1. “A gente nunca pensou nessa repercussão. Era uma dama de companhia e mais um rapaz apenas. Conversamos com o cliente, fizemos o brefing do tema, mas nunca quisemos gerar esse problema. Nós fazemos um trabalho artístico. Eles são atores já foram príncipes e princesas em outras festas. Mas essas fotos não serão utilizadas e já foram todas apagadas. Estamos emitindo uma nota pedindo desculpas a todos pelo fato”, explicou.

 

Fonte G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.