O mundo é tão diverso que às vezes fica até difícil de acreditar que certas coisas acontecem de verdade. As notícias dos jornais mostram muito do que se passa no dia a dia, mas se você quiser explorar um pouco mais, documentários são uma ótima forma de conhecer realidades diferentes da sua sem precisar sair de casa.

Então, se aconchegue no sofá e explore a nossa lista com 16 documentários para te deixar refletindo sobre a vida.

1. Living on One Dollar (2013)

Direção: Chris Temple, Zach Ingrasci, Sean Leonard

Quatro amigos dos EUA vão para a Guatemala com o objetivo de passar uma temporada gastando um dólar por dia para sobreviver. Vivendo no limite, eles enfrentam fome, parasitas e um stress gigantesco.

Se cada indivíduo pode afetar e ajudar um único outro indivíduo, podemos mudar o mundo.

Living on One Dollar

Disponível na Netflix, este é um documentário muito popular justamente por te fazer pensar sobre a vida de consumo e o que realmente é essencial na vida de cada um.

2. What the health (2017)
Direção: Kip Andersen, Keegan Kuhn

É difícil de imaginar, mas a indústria farmacêutica investe pesado em produtos alimentícios. Por quê? Segundo este documentário, para garantir que as pessoas continuem a ter uma alimentação ruim e desenvolvam problemas de saúde que as façam necessitar de remédios.

Um bom incentivo para reavaliar os hábitos alimentares e talvez consumir uma quantidade menor (ou nenhuma) de produtos pouco saudáveis. Também pode ser visto na Netflix.

3. Lixo Extraordinário (2010)
Direção: Lucy Walker

O trabalho do artista plástico brasileiro Vik Muniz desenvolvido com os catadores de lixo reciclado no maior aterro sanitário da América Latina localizado no Jardim Gramacho, bairro periférico de Duque de Caxias – RJ.

Como não refletir sobre o trabalho deste artista que consegue extrair tanta beleza de um cenário tão devastador? Uma beleza que vai além das obras em si, mas ainda da força gerada nas pessoas que trabalham ali e o auxiliam. O filme pode ser visto no Youtube.

4. Human (2015)
Direção: Yann Arthus-Bertrand

Uma reflexão bastante alargada sobre os vários aspectos da humanidade e o que faz de nós seres humanos. Dividido por temas, o filme apresenta trechos de milhares de entrevistas feitas pelo mundo inteiro. Disponível no Youtube em várias línguas, na versão para cinema ou na versão alongada em 3 partes.

O amor engloba tudo. Sem amor não existe nada, ficamos vazios.

Human

Ótima forma de perceber que no fundo, existem muito mais coisas que nos aproximam uns dos outros do que nos afastam. Somos todos seres humanos espalhados por este mundo enorme.

5. O Êxodo Decifrado (2006)
Direção: Simcha Jacobovici

Produzido por James Cameron, o documentário investiga provas e circunstâncias que comprovariam a ocorrência do chamado Grande Êxodo, quando os judeus teriam saído do Egito com a ajuda de Moisés.

Quando história, ciência e religião se encontram, há sempre muito para pensar e tentar entender sobre o mundo e o sentido da vida.

6. The True Cost (2015)
Direção: Andrew Morgan

Um exame contundente sobre a indústria da moda, o custo alto que muitos trabalhadores pagam para que os preços das roupas sejam baixos. Uma análise sobre o consumo em massa e as consequências da exploração de mão de obra barata no mundo.

O sistema econômico atual é completamente insustentável. A não ser que você mude esse modelo, você não pode mudar nada.

The True Cost

Um alerta para a sociedade de que tudo na vida tem um preço, mesmo que não seja você que esteja pagando por ele. O documentário está disponível na Netflix.

7. Deep Web (2015)
Direção: Alex Winter

Interessado em conhecer o submundo da Internet e as politicagens escondidas do olhar do grande público? Este é o filme para você. O documentário cobre os eventos do julgamento de Ross Ulbricht, criador do Silk Road, um site para compra e venda de drogas ilegais.

Com o julgamento como pano de fundo, o filme mostra como nem tudo é preto no branco e, se bobear, a verdade é muito mais comprometedora do que parece. O filme pode ser assistido na Netflix, mas também no Youtube.

8. Ilha das Flores (1989)
Direção: Jorge Furtado

O curta-metragem que relaciona o desperdício de alimentos, a fome e o descaso com o próximo. Assuntos de extrema importância tratados com uma linguagem e dinâmica de edição que ficaram marcadas na história do cinema nacional.

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

Ilha das Flores

São apenas 13 minutos, mas com tanta informação crítica que pode te deixar horas refletindo sobre a essência humana e a realidade brasileira. O filme está disponível no Youtube.

9. A Terra dos Fantasmas visto pelos Bushmen (2016)
Direção: Simon Stadler

A tribo dos Ju/’Hoansi Bushmen, na Namíbia, se mantém bastante fiel aos seus costumes ancestrais como caçadores e continuam vivendo em seu território. Porém, desde que o governo do país proibiu a caça, eles têm tentado sobreviver recebendo turistas em seu acampamento. O filme acompanha uma viagem feita por eles para conhecer outros lugares do país, desta vez sendo eles os turistas.

Uma ótima forma de conhecer outra maneira de viver, mais primitiva, apesar de existir ainda nos dias de hoje. Um olhar delicado sobre este fascinante encontro do passado existente (e persistente) no presente.

10. Simply Raw (2009)
Direção: Aiyana Elliott

Um grupo de diabéticos se submete a uma alimentação vegetariana, simplesmente crua como diz no título, durante 30 dias. O objetivo é reverter a diabetes. Eles se isolam em um retiro, aprendem a preparar pratos crus com chefs especializados e fazem exercícios.

Estou aqui vivendo um verdadeiro milagre. Eles disseram que podiam curar a minha diabetes. Eu disse, eu tenho que ver isto por mim mesmo e, em quatro dias, eu suspendi todos os meus remédios.

Simply Raw

Outro título que nos faz pensar sobre como estamos tratando o nosso próprio corpo e como muito dos cuidados de saúde devem estar na prevenção das doenças, mais do que nos cuidados dos sintomas. Pronto para ver no Youtube.

11. O Grande Dia (2015)
Direção: Pascal Plisson

Quatro jovens de diferentes países (Cuba, Índia, Mongólia e Uganda) estão dispostos a enfrentar grandes desafios e superar qualquer obstáculo para realizar cada um o seu sonho e, consequentemente, melhorar de vida.

Um grande exemplo, ou melhor quatro, de superação e força de vontade. Inspirador para quem acha que seus sonhos são muito difíceis de tornar realidade. Mas não se engane, há muito foco, determinação e trabalho envolvido!

12. A história de Deus com Morgan Freeman (2016)
Apresentado por: Morgan Freeman

Uma viagem pelo mundo afora em busca de respostas sobre as questões primordiais da fé e uma reflexão íntima sobre Deus. Cada episódio explora um aspecto sobre o divino, sob o olhar de diferentes religiões e um curioso e bem disposto Morgan Freeman.

O homem é imortal, não porque só ele entre as criaturas tem uma voz inesgotável, mas porque ele tem uma alma, um espírito capaz de compaixão, sacrifício e resistência.

Morgan Freeman

Uma maneira bastante agradável de descobrir o que liga as diferentes religiões, aproveitando ainda para conhecer diferentes países. A série documental da National Geographic está disponível na Netflix.

13. Making a Murderer (2015)
Direção: Moira Demos e Laura Ricciardi

A série documental da Netflix acompanha a vida de Steve Avery durante uma década. Avery foi preso pela morte de uma mulher em 1985 e solto 18 anos depois pelo seu DNA não corresponder com o da cena do crime. Ele então processa a polícia e pede uma indenização de 36 milhões de dólares. Pouco tempo depois é preso novamente por um crime parecido. Corrupção policial ou ele é mesmo o culpado? Só assistindo para saber.

Este documentário mostra como a justiça pode ser falha e ser manipulada pelo interesse de algumas pessoas. Mostra ainda como a verdade é uma combinação de versões. Impossível não se pegar pensando sobre as crueldades da natureza humana após assistir aos episódios da série.

14. Eu não sou seu negro (2016)
Direção: Raoul Peck e James Baldwin

O filme se debruça sobre a obra inacabada do escritor James Arthur Baldwin (1924-1987) sobre a vida e trabalho de Medgar Evers (1925-1963), Malcolm X (1925-1965) e Martin Luther King Jr. (1929-1968). Os três principais líderes da luta pelos direitos civis da comunidade negra durante a década de 1960 nos EUA. Os três foram assassinados por isto.

Um importante trabalho de resgate documental que mostra o quanto a igualdade é um longo processo de luta e que precisa de pessoas corajosas para ultrapassar os obstáculos.

15. Caminha comigo (2017)
Direção: Max Pugh, Marc Francis

Narrado por Benedict Cumberbatch, o filme percorre o interior do mosteiro do mestre budista Thich Nhat Hanh e mostra como funciona a vida dos monges que o habitam. Uma comunidade monástica disposta a viver por um único propósito, a arte da atenção plena.

O passado já não está lá.

O futuro ainda não está lá.

Só existe o momento presente.

Thich Nhat Hanh

Este documentário consegue de uma forma muito particular passar um gostinho da meditação através da tela. Muito interessante para entender melhor o que move alguém para a vida monástica.

16. Cosmos: Uma Odisseia do Espaço-Tempo (2014)
Apresentado por: Neil deGrasse Tyson

A célebre série de Carl Sagan de 1980 foi atualizada pelos produtores executivos Seth MacFarlane e Ann Druyan, viúva de Sagan. Os mistérios do universo são o tema central e a produção conta com grandes vozes de Hollywood para desvendá-los.

Quer assunto melhor para pensar do que sobre a origem do Universo? Repleto de efeitos especiais e animações, Cosmos é uma ótima maneira de se informar e se divertir ao mesmo tempo. E está disponível na Netflix.

 

Seleção elaborada pelo site Pensador

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.

COMENTÁRIOS