Para se emocionar, se apaixonar e terminar pedindo por uma continuação. Separamos alguns dos melhores livros de romance para quem curte histórias com uma boa dose de paixão e energia. Dos clássicos eternos que merecem ser lidos mais de uma vez, até os novos e surpreendentes títulos lançados em anos recentes. Confira!

  1. Um Quarto com Vista (A Room With a View)

Autor: E. M. Forster

A delicadeza com que o escritor Edward Forster descreve seus personagens revela muito sobre sua própria história de vida. O romancista britânico cresceu em uma família rodeada de fortes figuras femininas e isso, definitivamente, inspirou suas belas novelas centradas na inocência, no florescimento da maturidade e no amor.

Em Um Quarto com Vista, ele conta a história de Lucy Honeychurch, uma jovem de classe média que viaja para Florença, na Itália, com sua prima Charlotte. Essa viagem mudará os olhos da jovem Lucy, que conhecerá pessoas fora do seu convívio social, incluindo um jovem apaixonante chamado George.

Ao voltar para a sociedade repressora inglesa, Lucy vai questionar suas escolhas de vida e questionar se deve seguir o seu coração.

  1. Me Chame pelo Seu Nome (Call Me by Your Name)
493

Autor: André Aciman

Um crítico literário do The Washington Post revelou que “todas as vítimas de um amor obsessivo reconheceria as nuances de Aciman”. Me Chame pelo Seu Nome é um clássico moderno que revela a história de amor entre Élio, um jovem de 17 anos e Oliver, um estudante de 24 anos em um verão bucólico no interior da Itália nos anos de 1980.

O romance é contado na perspectiva de Élio, que se apaixona pelo estudante e pupilo de seu pai quando ele é convidado para passar algumas semanas em sua casa. O amor entre os dois passará pelos estágios de admiração, atração, apreço e finalmente, carinho e seguimos todas essas nuances através do psicológico de Élio.

A adaptação cinematográfica do livro foi aclamada em todo o mundo e rendeu o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado ao celebrado roteirista e diretor James Ivory.

  1. O Visconde que me Amava (The Bridgertons #2)

Autora: Julia Quinn

Este é o segundo livro da série Os Bridgertons, escrito pela autora considerada a “Jane Austen contemporânea”.

Em O Visconde que me Amava, Quinn narra o conflito e desejo entre Anthony Bridgerton, um charmoso visconde, e Kate, irmã mais velha de Edwina Sheffield, uma debutante bela que é inicialmente desejada por Anthony.

Mesmo achando Kate a mulher mais intrometida dos salões londrinos, Anthony começa a se apaixonar pela jovem. Ao mesmo tempo, Kate acha o visconde um grande libertino, mas também descobre ser um homem muito honesto e gentil…

Já dá para perceber o que vai acontecer ou está difícil? Os Bridgertons é uma das séries mais aclamadas entre os fãs de literatura romântica. Se você gosta do gênero, então vale a pena conferir!

  1. A Culpa é das Estrelas (The Fault in Our Stars)

Autor: John Green

Publicado em 2012, A Culpa é das Estrelas é um dos livros de romance adolescentes que mais teve hype nos últimos tempos. O sucesso foi tanto que não demorou para sair uma versão cinematográfica da obra de Green.

O enredo conta a história de Hazel, uma jovem de 16 anos que desde os 13 luta contra um câncer. A jovem passava os seus (poucos) dias de vida sem viver grandes emoções, até que conhece Augustus, um rapaz que perdeu uma das pernas devido a uma doença.

Juntos, Hazel e Gus enfrentam os terrores do câncer com um senso de humor ácido e bastante peculiar. A Culpa é das Estrelas é um livro lindo e que vai conquistar o seu coração, sem dúvidas!

  1. Anna e o Beijo Francês (Anna and the French Kiss)

Autora: Stephanie Perkins

Um romance juvenil que tem deixado muita gente apaixonada!

O livro conta a história de Anna, a filha de um famoso escritor, que é mandada por seu pai para um internato em Paris. Frustrada, pois foi forçada a se separar de seus amigos e um “quase” namorado, Anna acaba por conhecer o jovem e belo Étienne St. Clair.

Não demora muito para os sentimentos entre ambos começarem a fervilhar. Os dois tinham tudo para viver uma apaixonante história de amor, se não fosse por um pequeno detalhe… Qual será? Se você está curioso(a) e gosta de romances juvenis, então não vai se decepcionar com Anna e o Beijo Francês!

  1. Garoto Encontra Garoto (Boy Meets Boy)

Autor: David Levithan

Um romance Jovem Adulto rodeado com uma aura de comédia romântica. Este é o espírito de Garoto Encontra Garoto, uma história que tem como pano de fundo o relacionamento entre dois meninos, além de trazer reflexões importantes sobre o preconceito, a discriminação e as inseguranças.

O livro fala sobre Paul, um jovem que estuda numa escola muito legal – as líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, entre outras coisinhas – onde conhece e se apaixona por Noah, o rapaz dos seus sonhos.

Será que Paul conseguirá conquistar o seu amado enquanto enfrenta os vários problemas que atravessam o seu caminho?

  1. Eleanor & Park

Autora: Rainbow Rowell

Uma história sobre o primeiro amor, que é puro, desesperador e, ao mesmo tempo, dono de uma esperança inigualável.

Park é um jovem geek que adora música e HQ’s, enquanto que Eleanor, sua vizinha, adora usar roupas “estranhas” e colecionar seus quadrinhos de X-Men e Watchman. Após se encontrarem no ônibus da escola, passam a compartilhar as suas paixões e, inevitavelmente, o amor começa a brotar em seus corações – ao som de Smiths e The Cure.

Este é um livro lindo! Se você está a procura de um bom romance para jovens adultos, não perca tempo e leia Eleanor & Park.

  1. Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)

Autora: Jojo Moyes

Não apenas uma história de amor, mas uma lição de vida sobre como mesmo nos piores pesadelos estão escondidos tesouros preciosos!

Moyes conta a história de Louisa e Will. Ela é uma jovem ambiciosa e cheia de sonhos. Ele é um ex-esportista que ficou tetraplégico, vivendo agora com um constante mau-humor e frustração. Louisa passa a cuidar de Will e mostra para o rapaz que a vida ainda tem muito o que lhe oferecer.

Como Eu Era Antes de Você também é conhecido por tratar de um assunto muito polêmico, motivo de muitos choros no final do livro, com certeza.

  1. A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista (The Statistical Probability of Love ar First Sight)

Autora: Jennifer E. Smith

O amor, diferente das bagagens, nunca se extravia. Talvez este seja o resumo perfeito para este romance jovem adulto que conquistou leitores de várias idades.

A história conta como quatro minutos podem ser decisivos para mudar totalmente a vida de uma pessoa… Ou de duas, neste caso. Após um atraso em seu voo, Hadley conhece Oliver, um jovem britânico simpático que passa a acompanhar a menina durante a sua viagem para Londres.

Toda a narrativa se passa em apenas 24 horas e vai te mostrar de uma vez por todas que o tempo é mesmo relativo.

  1. O Diário de Suzana para Nicolas (Suzanne’s Diary for Nicholas)

Autor: James Patterson

Depois de um ano de namoro, Matt decide romper o seu relacionamento – aparentemente perfeito – com Katie. Sem entender, a jovem sofre com o fim repentino da relação. Mas as suas dúvidas estão prestes a serem respondidas… Ou quase.

Katie encontra na porta de sua casa um caderno deixado por Matt, com o título: “Diário de Suzana para Nicolas”. A jovem então descobre que Suzana é mãe de Nicolas e Matt o seu pai.

Confusa com as revelações que o diário traz à tona, Katie terá que juntar forças para conseguir entender o que aconteceu com o seu relacionamento através das páginas escritas por outra mulher.

  1. Simplesmente Acontece (When Rainbows End)

Autora: Cecelia Ahern

Após P.S: Eu Te Amo, este talvez seja o livro mais aclamado da autora Cecelia Ahern. Em Simplesmente Acontece, Ahern mostra que quando estamos destinados a estar com determinada pessoa, não importa a distância ou os obstáculos impostos ao longo da vida… O amor “simplesmente acontece”!

A obra de Cecelia foi adaptada para o cinema em 2014, com direção de Christian Ditter.

  1. Água para Elefantes (Water for Elephants)

Autora: Sara Gruen

Um romance histórico publicado inicialmente em 2006 e que conta a história de Jacob Jankowski e suas aventuras pelo “Esquadrão Voador do Circo Irmãos Benzini – O Maior Espetáculo da Terra”.

A narração do livro é feita em forma de memórias, mostrando um Jacob com 93 anos e que vive num lar de idosos, desde a morte de sua esposa. O ex-tratador de animais conta como se apaixonou por Marlena e o carinho especial que ambos sentiam por Rosie, uma elefanta que cria uma ligação única entre o casal. Mas, como é de se esperar, nada seria fácil para Jacob, Marlena e mesmo Rosie…

Esta magistral obra foi adaptada para o cinema, com direção de Francis Lawrence.

  1. P.S: Eu Te Amo (P.S: I Love You)

Autora: Cecelia Ahern

Outra obra de Ahern que conquistou os corações de milhões de leitores ao redor do mundo. P.S: Eu Te Amo conta a história de Gerry e Holly, um casal apaixonado desde a infância e que tinham tudo para ficarem juntos para sempre, se não fosse o destino…

Gerry morre e Holly fica devastada, mas mesmo depois de morto, o rapaz tem um papel decisivo para que a jovem consiga seguir com a sua vida.

Enfim, o livro (e o filme) dispensam palavras. Se você ainda não assistiu e não se importa em chorar um pouquinho (ou muito), então não deixe P.S: Eu Te Amo de fora da sua lista!

  1. O Morro dos Ventos Uivantes (Wuthering Heights)

Autora: Emily Brontë (Ellis Bell).

Este é considerado um dos livros mais importantes da literatura inglesa e um clássico mundial, lançado inicialmente em 1847, sendo neste período alvo de muitas críticas.

A história se passa entre os membros das casas da Granja da Cruz dos Tordos e do Morro dos Ventos Uivantes. Heathcliff é um jovem órfão que foi adotado pela família Earnshaw. Odiado por Hidley e apaixonado por Catherine, seus novos “irmãos”, Heathcliff passa por muitas humilhações e decepções quando os seus pais adotivos morrem.

Difícil não deixar as lágrimas caírem com o desenrolar da historia de amor entre Heathcliff e Cathy, marcada principalmente pela vingança.

  1. Um Dia (One Day)

Autor: David Nicholls

A premissa deste livro é muito interessante, pois toda a história de Emma e Dexter é contada apenas levando em consideração um único dia do ano: 15 de julho.

E tudo começa em 15 de julho de 1988, quando os dois se conhecem e decidem mudar o rumo de suas vida em prol deste amor. Mas, como vamos acompanhando ao longo dos anos, nem tudo são rosas…

Muitas brigas, decepções, perdas e lágrimas acompanham o casal ao longo de 20 anos, até que finalmente conseguem encontrar o verdadeiro significado por trás do 15 de julho e, consequentemente, acertar as contas com o amor.

O livro ganhou atenção em 2011 quando foi adaptado para os cinemas, com direção de Lone Scherfig, Anne Hathaway no papel de Emma, e Jim Sturgess como Dexter.

  1. A Mulher do Viajante no Tempo (The Time Traveler’s Wife)

Autora: Audrey Niffenegger

Este é um romance com o pé na ficção-científica, mistura esta que fez de A Mulher do Viajante no Tempo um dos bestsellers mais aclamados nos Estados Unidos e Reino Unido.

A história é uma grande metáfora sobre relacionamentos e, principalmente, as perdas provocadas pelo fim das relações. Como representação deste cenário, Niffenegger narra as experiências de uma mulher casada com um homem dotado com o poder de viajar no tempo. Como o marido não controla o seu dom, está constantemente ausente, fazendo com que a esposa tenha que enfrentar constantemente a ausência do parceiro.

Esta obra é uma das sugestões mais interessantes para quem busca um romance mais… inusitado.

Você não acha que é melhor ser extremamente feliz por um tempo curto, mesmo que você o perca, do que ficar bem por toda a sua vida?

  1. Orgulho e Preconceito (Pride and Prejudice)

Autora: Jane Austen

Outro grande clássico da literatura que, mesmo após dois séculos (lançado inicialmente em 1813), mantém-se como um dos livros mais vendidos do mundo!

Austen nos apresenta Elizabeth Bennet e todos os problemas que a jovem enfrenta, principalmente por não aceitar o padrão machista e patriarcal imposto pela sociedade naquela época – início do século XIX, na Inglaterra.

Em meio a todos esses conflitos, Liz Bennet conhece o sedutor, inteligente e “orgulhoso” Sr. Darcy, com o qual começa a nutrir uma forte paixão, mesmo em meio a “tapas e beijos”.

Quando se trata de Liz e Darcy, prepare-se para uma montanha-russa de emoções. Eita casal com altos e baixos, viu… Este é (com certeza) um romance que não pode ficar de fora da sua lista!

  1. Olhai os Lírios do Campo

Autor: Érico Veríssimo

A felicidade versus a segurança, o que é mais importante para você? Este é o tema central desta obra icônica da literatura brasileira, uma reflexão sobre os verdadeiros valores da vida.

O livro narra a história de Eugênio Fontes, um jovem estudante de medicina que se apaixona por Olívia, mas vira às costas para o seu verdadeiro amor e casa-se com Eunice, uma mulher rica e capaz de lhe dar a estabilidade que sempre sonhou.

Este livro vai além do romance, mas também nos obriga a refletir sobre as escolhas e as importâncias que damos a certas coisas ao longo da vida. O tempo não volta… Pense nisso.

  1. A Moreninha

Autor: Joaquim Manuel de Macedo

Outro clássico da literatura nacional! Publicado inicialmente em 1844, A Moreninha é tido como o primeiro romance que retratou a sociedade burguesa brasileira da época, em especial a carioca.

Esta é a história de amor entre Augusto e Carolina (a Moreninha). O rapaz é um estudante de medicina que, junto com os seus amigos, vai passar o feriado na ilha de Paquetá e é desafiado por Filipe (um dos seus amigos) a participar de uma aposta: quem se apaixonasse por uma das meninas enquanto estivesse na ilha, teria que escrever um romance sobre.

Já dá para imaginar o que acontecer, certo? Augusto não tira Carolina da cabeça, mas vê os seus desejos reprimidos por uma antiga promessa que havia feito ainda durante a infância.

A Moreninha é um livro lindo e que vai fazer o coração dos apaixonados por obras românticas bater mais forte!

  1. Middlemarch: um estudo da vida provinciana (Middlemarch: A Study of Provincial Life)

Autora: George Eliot

George Eliot é na realidade pseudônimo de Mary Anne Evans, romancista britânica, que em Middlemarch conta diversas histórias paralelas, porém todas interligadas sob algum aspecto.

Além dos relacionamentos amorosos, Eliot inclui nesta obra vários temas delicados e subliminares, como o casamento, a religião, a hipocrisia, a educação, o papel da mulher na sociedade, etc.

E só para dar o tom da importância desta obra, a própria Virginia Woolf disse que Middlemarch era “um dos poucos romances ingleses escritos para gente grande”.

  1. Jane Eyre

Autora: Charlotte Brontë

Outra clássica obra da família Brontë (Charlotte é irmã de Emily, autora de O Morro dos Ventos Uivantes), considerada uma das mais expressivas do chamado “Romance de Formação”.

A narrativa conta a história de Jane Eyre, uma jovem que apenas encontra a felicidade quando é mandada para uma escola, local onde passa a trabalhar como professora, posteriormente.

A mulher acaba conhecendo Edward Rochester, o pai de uma de suas alunas. Os dois se apaixonam e decidem se casar. Tudo ia bem até que Jane descobre (no dia do seu próprio casamento) que o seu noivo já era um homem casado.

A partir de então a história toma um rumo que o leitor não está a espera. Dramatismo, sofrimento, recompensa e redenção são alguns dos elementos-chave desta obra, que é interpretada como uma excelente crítica social.

  1. Anna Karenina

Autor: Liev Tolstói

Simplesmente uma das obras mais icônicas da literatura russa! A história de Anna Karenina começou a ser publicada em 1875, na revista Ruskii Véstnik, mas somente ganhou uma versão integral e definitiva em 1877.

A protagonista que dá nome ao título do livro é uma jovem aristocrata que tem “tudo”: beleza, riqueza, popularidade, um filho amado e um marido. Mas, Anna Karenina vive uma vida vazia, sem sentimentos. Isso muda quando conhece o Conde de Vronsky, com o qual começa a ter uma relação extra-conjugal.

Anna Karenina também tem um dos começos mais famosos da literatura mundial: “Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua própria maneira”.

Adaptado de PENSADOR

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.