Se você decidir tomar uma atitude racional e prática na ausência de companhia , descobrirá que a solidão pode se tornar algo opcional. No entanto, algumas pessoas padecem de solidão, sofrem porque é uma solidão que não procuraram, é a ausência dolorida de uma companhia, e com isso sentem o vazio do qual querem fugir.

Somos sociáveis por natureza, então o fato de estar sozinho tem um impacto marcante na nossa condição humana.

Dois tipos de solidão
Basicamente, poderíamos indicar, sem estar muito longe da realidade; que para o ser humano existem dois tipos de solidão:

• Solidão do tipo afetivo.
• Solidão do tipo social.

A primeira dessas definições é concretizada quando sofremos alguma perda importante, que tem sido a causa de nossas afeições mais profundas. Um exemplo clássico é a perda de um ente querido, uma separação sentimental ou a partida de filhos que saíram de casa (ver síndrome do ninho vazio).

A segunda definição é manifestada como resultado da execração de um grupo social, a perda de um emprego ou o distanciamento de amigos ou pessoas do nosso meio ambiente.

No entanto, existem condições muito específicas que também implicam que uma pessoa esteja sozinha ou, pelo menos, assim perceba.

Estas condições são principalmente as seguintes:

• Problemas de auto-estima

• Sensação de não poder contar com algum tipo de suporte em caso de necessidade.

•O distanciamento do grupo familiar.

•Um nível reduzido de recursos econômicos.

• Dificuldades de saúde que impedem o trânsito livre.

Independentemente de qual seja a causa que ocasiona a solidão nas pessoas, devemos nos concentrar na apreciação dessa condição e em como podemos revertê-la para que melhore substancialmente a qualidade de vida dos afetados.

Devemos lembrar que nesta ocasião estamos nos referindo à solidão não escolhida, já que muitas pessoas escolhem ficar sozinhas por várias razões, sem ter que se angustiar ou sofrer, mas pelo contrário, encontram em sua própria pessoa a companhia que desejam.

Como combater a solidão indesejada

Para fazer isso, avaliaremos três metodologias que nos levarão a entender e também vislumbrar uma solução para os problemas da solidão indesejada; que podemos implementar para evitar que essa situação nos afete:

1. Integrar nas relações de vizinhança

As comunidades do bairro são formadas por pessoas relacionadas a algum tipo de interesse comum. Para fazer parte destes, geralmente é suficiente ter o local de residência inserido em um deles.

Os interesses comuns dessas comunidades vão desde o simples fato de serem vizinhos, entendendo que todos são igualmente afetados pelo que acontece em sua área residencial, as crianças frequentam a mesma escola, são membros da mesma igreja, etc.

Vemos então que os vizinhos se tornam uma autêntica família, onde todos cuidam da segurança e do bem-estar dos outros, trocam convites para eventos sociais e sempre vão em busca da menor oportunidade para compartilhar.

2. Motivar o intercâmbio geracional

Manter-se a par das novas tecnologias fecha as lacunas geracionais, além de ter um impacto positivo no aumento das possibilidades de inserção na atividade laboral de pessoas com mais idade.

Existem vários estudos que mostram que a Internet se tornou uma ferramenta muito importante, para facilitar que os laços entre gerações sejam mantidos juntos.

Sua capacidade de comunicação permite o contato quase direto entre famílias separadas por distâncias, por isso é fundamental aprender a usar esses instrumentos para manter o contato com a família.

Isso favorece a evitar a solidão.

Além disso, há o fato de que é possível coordenar abordagens e reuniões diversificadas através disso; de pessoas que compartilham Hobbies em comum ou, por que não, organizar encontros românticos.

3. Busque a integração social a todo custo

Quando você está procurando as formas mais eficazes de combater a solidão, você já pode estar começando a experimentar alguns dos sintomas depressivos; produto da situação de isolamento.

Sob essa condição emocional, uma diminuição significativa nos níveis de energia pode ser vista, de modo que a capacidade de gerar iniciativas foi profundamente sentida. Esta é a razão pela qual é difícil se envolver em tarefas dinâmicas e estimulantes.

É por isso que, mesmo que a ideia não seja particularmente atraente, se quisermos sair do círculo vicioso da solidão indesejada, é necessário apelar para a força da vontade e assistir a diferentes eventos sociais.

Mas não é suficiente simplesmente participar. Quando nos encontramos no site, devemos adotar uma atitude proativa. Essa é a melhor maneira de nos dar uma oportunidade de integração e companhia.


Adaptado do site Menteasombrosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.