É provável que você tenha ouvido a expressão “alma velha”, que é frequentemente usada para se referir a pessoas que são diferentes do resto, quase sempre porque elas têm um nível de maturidade muito superior ao mostrado pelo resto de seus pares. São pessoas que podem ser mais inteligentes ou mostrar uma sensibilidade especial, pessoas que são mais intuitivas e que parecem não se encaixar no seu tempo.

Qual é a origem desse conceito?

De fato, a origem da expressão “alma velha” vem do taoismo, um sistema filosófico e religioso chinês com mais de 5.000 anos de idade. Segundo esse sistema, a alma abandona o Tao, que seria uma unidade global e natural, para adquirir experiências. No entanto, como no taoismo, tudo deve retornar à sua raiz, em uma jornada de eterno retorno, o objetivo final dessa alma é retornar ao Tao, enriquecido com as experiências da vida.

Assim, a alma passaria por 5 idades ou estágios, quanto maior a idade, mais perfeição é alcançada e maiores os níveis de percepção da pessoa. A velha alma seria o último estágio na terra. As pessoas com uma “alma velha” têm características que as diferenciam do resto: elas são mais espirituais e estão preocupadas em encontrar seu lugar no mundo. Elas também tendem a se perceber como parte de algo muito maior, parte de um todo que os supera. Além disso, seu principal objetivo é alcançar a satisfação interna.

Diz-se que muitos psicoterapeutas, filósofos e artistas são realmente “velhas almas”, já que são profissões que geralmente chamam a atenção. Essas pessoas gostam de aprender na hora, de suas próprias experiências e muitas vezes desafiam a ordem das coisas.

As 5 características de uma “alma velha”

  1. Alto grau de maturidade. Essas pessoas são muito maduras para a sua idade, levantam questões em que seus contemporâneos nem sequer pensam e muitas vezes chegam a conclusões muito astutas, mostrando um grau de raciocínio maior do que o normal.
  2. Desfrute de solidão e introspecção. Pessoas que têm uma alma velha muitas vezes se sentem à vontade na solidão, não precisam ser acompanhadas continuamente porque seu mundo interior é rico o suficiente. Além disso, elas geralmente aproveitam esse tempo para refletir, para procurar um significado maior na vida e para se aprofundar no que está acontecendo ao seu redor e dentro de si.
  3. Tem um sentido mais espiritual de existência. Embora sejam pessoas muito reflexivas, as velhas almas se movem pela paixão, gostam de trabalhar em algo de que gostam e buscam continuamente sua auto-realização. São pessoas capazes de apreciar o valor das coisas simples e muitas vezes ignoram os benefícios materiais. Elas podem se esforçar muito para dominar uma habilidade e depois deixá-la, porque geralmente encontram prazer na estrada, não o objetivo.
  4. Ela tem um instinto muito desenvolvido. As velhas almas têm um excelente instinto e, quando guiadas por isso, não costumam falhar. Isso porque els são muito observadoras e têm uma grande capacidade de formar em sua mente imagens completas de situações, imagens que, para a maioria das pessoas, passam despercebidas.
  5. Alto nível de empatia e sensibilidade. Essas pessoas são particularmente empáticas, elas podem facilmente se colocar no lugar dos outros e entendê-los, mesmo quando ninguém mais pode. Isto é porque elas podem ver além dos atos e entender as motivações ou o modo de pensar do outro. São capazes de perdoar, deixar ir e aconselhar sem julgar.

As desvantagens de ser uma “alma velha”

À primeira vista, pode parecer que ser uma alma velha é positivo. No entanto, este modo de ser, comportar-se e compreender o mundo também traz alguns “efeitos indesejados”. A vida dessas pessoas nem sempre é um mar de rosas.

– Sinta que você não se encaixa com pessoas da sua idade porque você está interessado em coisas diferentes e acha difícil compartilhá-las. Portanto, essas pessoas geralmente têm amigos mais velhos, com quem podem conversar sobre assuntos mais complexos. De fato, como são crianças, preferem a companhia de adultos.

– Experimentam uma sensação de desconexão com o mundo, porque você não encontra muitas pessoas que compartilham seus pontos de vista e sua maneira de lidar com a vida, especialmente em culturas onde o dinheiro e os bens são priorizados.

– Pode ter problemas de autoestima ou até mesmo sofrer de depressão, pois elas geralmente se medem com um padrão moral estrito e às vezes se sentem atormentadas por suas deficiências ou erros.

As “velhas almas” na psicologia

Na realidade, no campo da psicologia não existe o conceito de “alma velha”, embora seja inegável que existem pessoas que têm um nível de maturidade muito superior ao esperado para a sua idade, são pessoas que são classificadas como “precoce” e que se destacam. para o resto de seus pares em inteligência e / ou sensibilidade.

O segredo desta precocidade ainda não foi revelado, embora muitos apontem que é uma concatenação de fatores que incluem certas características de temperamento e personalidade, um contexto sócio-cultural favorável, um alto grau de motivação e um nível de inteligência e criatividade superiores à norma.

 

Artigo extraído do site despiertacultura

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.

COMENTÁRIOS