Assim que ela nasceu, Xiao Xiao foi imediatamente levada ao Hospital Infantil Wuhan. Os médicos temem que a infecção tenha sido da mãe durante a gravidez, o que abriria novas possibilidades para a propagação do vírus.

O coronavírus tem o mundo inteiro em alerta. Sua capacidade de propagação é um dos grandes temores. De fato, uma nova maneira seria aberta, através da gravidez, que já é uma questão de pesquisa. No entanto, o protagonista desta história traz boas notícias neste mar de pessimismo.

Com apenas 17 dias de vida, a pequena Xiao Xiao conseguiu derrotar o coronavírus naturalmente. Sem remédios ou antibióticos para a doença, ela o expulsou de seu pequeno corpo.

AsiaWire / Wuhan Children’s Hospital

Sua recuperação tem sido uma ótima notícia para o mundo inteiro.

Estima-se que o bebê tenha sido infectado pela mãe através do útero, o que sem dúvida abre novas possibilidades e medos.

Xiao Xiao foi encaminhada ao hospital infantil Wuhan, imediatamente ao nascer, percebendo sua infecção um pouco mais tarde.

Uma infecção no sistema respiratório e um leve dano ao miocárdio foram as complicações do bebê, como confirmado pelo Dr. Zeng Lingkong, diretor do Departamento de Neonatologia do Hospital Wuhan.

Por não apresentarem mais complicações, os médicos decidiram não administrar medicamentos contra o vírus, deixando-a que superasse a infecção sozinha.

“Ela não tinha dificuldades óbvias para respirar, não tossia ou estava com febre; portanto, só lhe demos tratamento para sua condição miocárdica”.

Disse o Dr. Zeng comentou ao canal estadual de CFTV.

Com apenas 17 dias de vida, essa menina se tornou a paciente mais jovem a se recuperar na China, segundo a mídia estatal, através do Daily Mail.

Depois de realizar três exames negativos, o recém-nascido voltou para casa. De fato, como confirmou o mesmo médico assistente, o bebê ficou maior e mais gordo.

No entanto, apesar das ótimas notícias de Xiao, médicos e pesquisadores permanecem alertas para esta nova rota possível de infecção.

“Isso nos lembra que devemos prestar atenção a uma possível nova rota de transmissão de coronavírus: a transmissão vertical de mães para bebês”.

Dr. Zeng explicou ao canal estadual.

Até agora, para o novo coronavírus, mais de 2.800 pessoas morreram somente na China, com cerca de 700.000 infectadas, mas também com uma alta porcentagem de pessoas recuperadas.

Por exemplo, o paciente mais velho tem 90 anos e conseguiu derrotar o vírus após 3 dias em terapia intensiva, de acordo com o Daily Mail.

Fonte: dailymail

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.