Os humanos não estão mais com seus carros e os leões do Parque Nacional Kruger, na África do Sul, aproveitam-se para tirar uma boa soneca diretamente nesta estrada, que geralmente é ocupada por turistas.

Quem fez o registro desse momento de pleno relaxamento em família foi o guarda florestal Richard Sowry, que patrulhava pela estrada no dia. O Kruger, como outros parques naturais, está fechado desde 25 de março devido a medidas restritivas contra o coronavírus.

Até agora, os animais da savana só eram avistados nesta estrada apenas nas noites mais frias (e raramente), quando se aproveitavam do calor liberado pelo asfalto para aquecer.

Esse quadro imortalizado, no entanto, é um comportamento muito incomum. E as fotos em close, tiradas a apenas 5 metros de distância, são sensacionais.

Como guarda florestal em uma das maiores reservas de caça da África, Sowry realiza um serviço essencial e continua a trabalhar mesmo durante o confinamento, controlando a vida selvagem e protegendo-a dos caçadores furtivos.

Esses tempos “tranquilos” também viram leões se aventurarem em um campo de golfe no país, que até agora registrou 2.506 casos de infecção, atualmente o mais atingido na África.

“Normalmente, os leões ficavam nos arbustos por causa do trânsito, mas são muito inteligentes e agora desfrutam da liberdade do parque sem a gente”, conclui o guarda.

Mas por que os leões preferem o asfalto à suavidade da grama? Provavelmente pela simples razão de que choveu e a estrada estava mais seca.

Astuti! E muito feliz por não ter mais carros em seu território.

E, felizmente, eles não precisam manter distância social.

Fontes: Parque Nacional Kruger, BBC, GreenMe

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.