A “grande junção” não ocorria desde o século 13 pelo menos. O alinhamento total entre os dois planetas acontecerá em dia 21 de dezembro e poderá ser visto da Terra a olho nu.

O pior ano de que se tem memória terminará com uma oferta da maravilha celestial: uma estrela de Natal.

Na verdade, é o alinhamento de dois planetas – Júpiter e Saturno – que acontece a cada 20 anos ou mais. Mas nem sempre é dezembro e já se passaram quase 800 anos – estamos falando da Idade Média – desde que chegaram tão perto. Tecnicamente, os dois maiores planetas de nosso sistema solar ainda estarão separados por centenas de milhões de quilômetros.

Mas, em 21 de dezembro, do nosso ponto de vista, eles vão parecer que estão quase se tocando, criando um ponto de luz radiante que está sendo apelidado de Estrela do Natal, ou Estrela de Belém, por razões óbvias.

Para torná-lo ainda mais especial: 21 de dezembro também marca o solstício de inverno – a noite mais longa do ano, o ponto crítico em que a luz do dia mais uma vez começa a ganhar terreno sobre a escuridão.

O simbolismo

“Um pouco de perspectiva cósmica”, disse Justin Mason, diretor do Pretlow Planetarium da Old Dominion University. Para não mencionar espiritual – uma página da Bíblia, falando sobre uma estrela incomum que levou os homens sábios ao menino Jesus.

Os astrônomos há muito teorizam que a estrela da natividade pode ter sido realmente um alinhamento, conhecido como conjunção. Mason diz que uma rara conjunção de Júpiter, Vênus e uma estrela brilhante chamada Regulus ocorreu por volta de 2 AC

Mesmo enquanto as forças que dirigem nosso universo permanecem cheias de mistério, as órbitas planetárias agora são previsíveis.

Os últimos humanos a testemunhar Júpiter e Saturno viveram em 1226, mas os gigantes gasosos vão encenar outro show excepcional daqui a 60 anos, em março de 2080.

“Às vezes, com a mecânica celestial “, explicou Mason, “as coisas acontecem juntas algumas vezes e então esse emparelhamento não acontecerá novamente por muito, muito tempo.”

Pelo menos 20-você-está-brincando-com-20 vai encerrar com uma reverência especial.

Um milagre ou apenas astrofísica. Uma luz no fim de um túnel longo e escuro.

Informações de Phys.ORG / Créditos da imagem: NASA

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.