Os adultos mais velhos são talvez as pessoas mais afetadas pela solidão, infelizmente vivemos em uma sociedade que lhes vira as costas em muitos casos por causa do medo que vem de ver cara a cara a imagem do nosso destino. Em momentos de tristeza, muitas pessoas preferem se isolar e buscar sua tranquilidade na solidão. Mas chega um momento em que a calma volta e com ela a necessidade de voltar a ter companhia e o apoio de pessoas que de alguma forma nos motivam a viver.

Segundo estudos, a solidão é um grave problema de infelicidade que afeta a mortalidade prematura, estando também associada ao agravamento da saúde mental e às doenças cardiovasculares.

Como a solidão afeta os adultos mais velhos?

Pelo menos 10% dos idosos sofrem de solidão, isso compromete sua saúde física e emocional, destes 70% apresentam um grave problema de saúde associado à solidão tanto no campo psicológico quanto no físico. A solidão tem um impacto geral na saúde do cérebro da mesma forma que o estresse crônico. Ambos provocam uma resposta negativa do sistema imunológico e endócrino, tornando o corpo mais sujeito a desenvolver diferentes patologias.

Patologias da solidão em idosos

Entre as doenças mais comuns estão a hipertensão, diabetes, infecções recorrentes, ansiedade e depressão. Quando é um adulto mais velho, os efeitos são mais negativos devido à diminuição da resiliência fisiológica. Ou seja, a capacidade do corpo de resistir e se adaptar a condições adversas.

O problema da solidão em idosos está aumentando e em pouco tempo pode se tornar um problema de saúde pública global. O combate à solidão pode ter um efeito benéfico na saúde do idoso, uma vez que se considera que o principal fator que garante uma boa qualidade de vida é o relacionamento social.

Há uma solução?

Quando o idoso está sozinho, um dos fatores que determinam um papel determinante é o tipo de atividade econômica que exerceu no resto da vida. Diante disso, é mais difícil dar tratamento e apoio a uma pessoa idosa que sempre teve dificuldades de socialização e que foi marcada pela rejeição ou pelo medo.

• Com tratamento personalizado e intervenção psicológica, é possível resolver aquelas situações que em outros momentos da vida não foram resolvidas.
• Grupos de apoio, serviços de amizade, grupos de idosos e conversar com alguém durante o dia podem ajudá-lo a superar a solidão e a melhorar sua saúde.
Temos a obrigação moral de nunca abandonar os nossos idosos, o que um dia seremos seremos e com certeza também desejaremos estar rodeados de pessoas que nos amam e nos acompanham.

Adaptado de habitosvida.com

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.