Oarroz híbrido de Yuan Longping ajudou a alimentar o mundo. Como um cientista vegetal, suas descobertas de arroz selvagem e invenções de arroz híbrido nas décadas de 1960 e 1970 ajudaram a aliviar a escassez de alimentos na Ásia e na África, salvando milhões da fome e desnutrição.

Suas variedades de arroz são tão bem-sucedidas que hoje representam não apenas cerca de metade das variedades de arroz cultivadas na China, mas mais de 60% do rendimento total do arroz.

Por causa da revolução agrícola que ele promoveu, Yuan foi reverenciado como um herói nacional e um símbolo da excelência científica da China; agora o país chora sua morte. Yuan morreu em 22 de maio de 2021, aos 90 anos.

Alimentando o mundo: Yuan se tornou “o pai do arroz híbrido” no início da década de 1970, depois que a China passou anos de fome. Ele e seus colegas produziram variedades híbridas de arroz que aumentaram a produção em 20% sobre as variedades convencionais.

A variedade de arroz híbrido de alto rendimento permitiu aos agricultores alimentar uma população crescente com recursos limitados – reduzindo a fome de milhões e mudando completamente a agricultura na China.

O arroz é o principal grão para mais da metade do mundo, e a China hoje produz mais do que qualquer outro país – mais de 200 milhões de toneladas por ano, relata o The Washington Post.

Como ele fez isso: em 1970, Yuan começou a vasculhar partes distantes da China em busca de arroz selvagem que tivesse material genético mais robusto do que as variedades então cultivadas. Ele encontrou um pedaço de arroz selvagem na Ilha de Hainan, o ponto mais ao sul da China.

Naquela época, o arroz comercial era fortemente consanguíneo. Yuan demonstrou como o material genético do arroz selvagem pode ser integrado às variedades comerciais, resultando em aumentos significativos no rendimento da colheita.

Yuan não era o único trabalhando com arroz híbrido. Era um tópico prioritário entre muitos cientistas de plantas – mas com as pessoas mais pobres do mundo perpetuamente à beira da fome, Yuan não perdeu tempo. Em vez de mergulhar mais fundo em mais pesquisas, ele se concentrou nas aplicações práticas de seu trabalho – no ano seguinte , ele criou variedades híbridas de arroz usando arroz selvagem de Hainan e imediatamente incentivou sua adoção generalizada.

Lembrando Yuan: Yuan pode ser saudado como um herói por seu inovador arroz híbrido, mas se descreveria como um “camponês inteligente”. O Washington Post relata que Yuan fazia uma pausa em seus estudos e passava algumas horas por dia nos campos para tocar violino em meio aos caules.

Yuan tornou sua prioridade ajudar o máximo de pessoas que pudesse. Junto com Norman Borlaug, hee é creditado como um dos líderes da Revolução Verde, uma era de meados do século em que as inovações agrícolas ajudaram a aumentar a produção de grãos como arroz e trigo, evitando as fomes globais amplamente previstas causadas pelo crescimento populacional em expansão.

Yuan insistiu em compartilhar suas descobertas com o resto do mundo – ensinando às pessoas na Índia, Vietnã e em outros lugares suas novas técnicas de cultivo de arroz e como criar arroz híbrido de alto rendimento.

Na década de 1960, quando Yuan começou a se concentrar em acabar com a fome, ele disse que sonhava com um “super-arroz”, relata o South China Post. “Cada espiga de arroz era do tamanho de uma vassoura e cada grão do tamanho de um amendoim … Eu poderia me esconder na sombra das plantações de arroz com um amigo.”

Tão “grande como um amendoim” pode não ser grande o suficiente para descrever o impacto que Yuan causou em sua vida.

FreeThink

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.