Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória na casa do Tigre onde havia se estabelecido após sua operação na cabeça.

O ex-jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona sofreu um ataque cardíaco em casa e morreu nesta quarta-feira aos 60 anos, enquanto se recuperava de uma operação realizada dias atrás após um hematoma subdural na cabeça, de acordo com várias reportagens da mídia argentina.

Maradona havia sido submetido a uma cirurgia em outubro e tudo parecia bem, embora, segundo seu médico, o ex-craque tenha tido problemas de abstenencia do alcool durante a hospitalização.

Como se soube depois daquela recente hospitalização, Maradona também sofreu de depressão durante o isolamento obrigatório decretado pelo covid-19.

Depois de vários anos viciado em drogas, Maradona controlou esse aspecto de sua vida, embora tivesse problemas com álcool e medicamentos. Além disso, o bypass gástrico realizado em 2005 causou-lhe vários problemas, incluindo sérios problemas no estômago, pelos quais teve de se submeter a outra operação em 2019.

Maradona era atualmente o treinador do Gimnasia de La Plata, embora fossem seus assistentes que realizaram a maior parte do trabalho.

Fonte: Clarin

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.