Também neste ano o Dia Mundial do Rinoceronte surge em uma situação de extrema incerteza e preocupação com o futuro deste animal, que só na África na última década teve mais de 6.680 exemplares mortos por caçadores furtivos.

Em apenas 3 anos perdemos 1.349 chifres e a demanda por chifres de rinoceronte está na raiz da quase extinção dessas espécies.

Mas, ultimamente, alguém descobriu uma ideia brilhante para protegê-los colorindo seus chifres e tornando-os invendáveis.

Uma ideia debatida há muito tempo e que vê, por um lado, aqueles que são a favor de tais medidas extremas de proteção dos animais e, por outro, aqueles que pensam que colorir os chifres pode ser arriscado para os rinocerontes. Mas também aqueles que acham que isso é besteira. Ainda assim, é tudo verdade e pode ser mais útil do que nunca.

Para isso, os trabalhadores do Parque Nacional Kruger injetam um coquetel especial em 100 chifres de rinoceronte na tentativa de desencorajar os caçadores furtivos, como parte do “Projeto de Resgate de Rinoceronte”.

O corante, que atua por dentro, além de tingir a parte externa, também pode ser detectado por scanners de aeroporto, mesmo quando o próprio chifre é transportado na forma de pó. A esperança é tornar o transporte muito menos tranquilo também.

Não somente. Um poderoso pesticida está presente no corante, geralmente usado contra carrapatos que, embora não consiga matar os caçadores e consumidores que ingerem o pó, tem efeitos colaterais bastante fortes, incluindo náuseas, vômitos e diarréia. Ironicamente, esses são alguns dos sintomas que se acredita que os pós de chifre de rinoceronte aliviam.

Este não é o caso, embora em alguns países se acredite erroneamente que esses pós são capazes de curar certas doenças. Nada poderia ser mais falso, já que os chifres de rinoceronte contêm as mesmas moléculas presentes em nossas unhas.

É preciso dizer, porém, que algumas das imagens que circulam na web, como a que se segue, foram retocadas e não refletem exatamente a cor assumida pelos chifres . É por isso que muitos pensam em uma farsa.

Mas a foto da capa é real e foi tirada pelo Rhino Rescue Project há cerca de 3 anos. A imagem mostra um rinoceronte após o tratamento.

Certamente sugere o fato de os animais serem tratados com antibióticos e analgésicos, mesmo que, garante o Projeto Resgate Rhino, os rinocerontes se recuperem rapidamente.

Mas voltemos ao perigo real ou presumido dessas substâncias para o animal. De acordo com SaveTheRhino , o chifre do rinoceronte não é poroso e a mistura líquida formada pelo corante e o pesticida não se espalha pelo chifre.

Embora isso signifique que o animal não sofra nenhum dano, a solução não resolve o problema da caça furtiva porque o corante pode ser removido e raspado.

Colorir os chifres, portanto, pode realmente ser a melhor solução para desencorajar os caçadores furtivos.

Adaptado de GreenMe

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.