O novo modelo de carro voador SD-03 do Japão SkyDrive voou sobre um campo de teste de 10.000 metros quadrados da Toyota por cerca de quatro minutos.

À medida que o mundo salta em direção ao futuro da mobilidade, muitas empresas sonham em tornar o voo de um carro tão real quanto dirigir pelas ruas da cidade.

Com mais um passo em direção a essa realidade, a japonesa SkyDrive – empresa de soluções de mobilidade aérea urbana, conduziu com sucesso a primeira demonstração pública tripulada de um carro voador no país.

O novo modelo de carro voador SD-03 do SkyDrive voou sobre um campo de teste de 10.000 metros quadrados da Toyota por cerca de quatro minutos. Um piloto estava nos controles, mas um sistema de controle auxiliado por computador ajudou a garantir a estabilidade e segurança do voo, enquanto a equipe técnica em campo monitorava as condições de voo e o desempenho da aeronave em todos os momentos como backup.

O veículo tipo motocicleta com hélices foi projetado para ser o menor modelo elétrico de decolagem e pouso vertical (eVTOL) e um novo meio de transporte para o futuro próximo. “O SkyDrive deseja realizar uma sociedade em que os carros voadores sejam um meio de transporte conveniente e acessível nos céus”, disse o CEO Tomohiro Fukuzawa.

O trem de força do carro voador SD-03 consiste em motores elétricos que acionam rotores implantados em quatro locais, com cada local abrigando dois rotores que giram individualmente em direções opostas, cada um acionado por seu próprio motor. A aeronave tem duas luzes brancas na frente e uma luz vermelha correndo ao redor da parte inferior do corpo para facilitar a determinação da direção para a qual o veículo se dirige quando flutua no céu.

A empresa de mobilidade afirma que pretende transformar o carro voador em um produto da vida real até 2023, depois de realizar mais testes, desenvolver tecnologias e alcançar o cumprimento total das disposições de segurança.

A máquina até agora pode voar por apenas cinco a 10 minutos, mas se isso chegar a 30 minutos, “terá mais potencial, incluindo exportações para lugares como a China”, disse Fukuzawa à Associated Press.

Fonte: InceptiveMind / Créditos da imagem: Crédito: SkyDrive

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.