Um homem foi morto por um galo com uma lâmina amarrada na perna durante uma briga ilegal de galos no sul da Índia.

O galo, com uma lámina de 3 polegadas amarrada em sua perna, vibrou em pânico e cortou seu dono, Thangulla Satish, de 45 anos, na virilha. O homem morreu a caminho do hospital, depois de perder muito sangue.

Segundo as autoridades, a ave estava sendo preparada para entrar em uma briga de galos quando tentou escapar. O dono procurou agarrá-la e foi golpeado pela faca de cerca de 7 centímetros que havia prendido à perna do animal.

Leia também: Cavalo preguiçoso finge estar morto toda vez que alguém tenta montá-lo

A polícia agora busca pelo menos outras 15 pessoas que estariam envolvidas no evento, que ocorreu nesta semana no vilarejo de Lothunur, no Estado de Telangana.

O animal foi mantido na delegacia antes de ser transferido para uma fazenda. Ele será levado ao tribunal como evidência quando o caso prosseguir na Justiça, conforme afirmou o policial B Jeevan ao jornal The New Indian Express.

Os envolvidos são acusados de homicídio culposo, de organizar rinhas ilegais e apostas irregulares, informou a agência de notícias AFP.

Brigas de galo são ilegais na Índia desde 1960, mas ainda são relativamente comuns em áreas rurais do país, como Telangana. Muitas acontecem durante o festival hindu de Sankranti.

Os ativistas dos direitos dos animais há muito vêm pedindo o controle da prática ilegal, que é organizada principalmente como parte dos festivais hindus locais, geralmente frequentados por centenas de pessoas, embora a multidão às vezes chegue a milhares.

As brigas de galos costumam ser realizadas sob a supervisão de poderosos políticos locais e envolvem grandes somas de dinheiro para apostas.

No ano passado, um homem foi morto quando uma lâmina presa à perna de seu galo o atingiu no pescoço durante uma briga de galos em Andhra Pradesh.

Em 2010, um galo matou seu dono ao cortar sua veia jugular no estado de Bengala Ocidental.

Leia também: Milhões de animais traficados dentro e fora do Brasil anualmente

De acordo com a polícia, o galo envolvido no incidente da semana passada estava entre muitos outros galos preparados para o festival de apostas de briga de galos na aldeia de Lothunur.

Conforme a prática continua, uma faca, lâmina ou outra arma de gume afiado é amarrada à perna de um pássaro para ferir seu rival.

Essas lutas continuam até que um competidor morra ou fuja, declarando o outro galo o vencedor.

BBC News

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.