Uma enorme explosão na capital libanesa de Beirute deixou pelo menos 10 pessoas mortas e destruiu a casa do ex-primeiro ministro.

O Partido do Movimento Futuro confirmou que o ex-primeiro-ministro Saad Hariri está seguro, mas o ministro da Saúde do país disse que as explosões causaram um ‘número muito alto de feridos’ e enormes danos.

Fontes médicas disseram à Reuters que pelo menos 10 pessoas foram mortas pela explosão, que parecia seguir um incêndio – cuja causa é desconhecida – no porto.

Imagens dramáticas mostram fumaça subindo da área do porto pouco antes de uma enorme bola de fogo explodir no céu e cobrir a cidade em uma espessa nuvem de cogumelos.

Fontes de segurança disseram à Reuters que a explosão ocorreu onde há armazéns que armazenam explosivos, embora não esteja claro imediatamente o que causou a explosão.

As autoridades não confirmaram que tipo de explosivos existem nas instalações, mas testemunhas apontaram para vídeos que parecem mostrar fogos de artifício saindo da fumaça.

Fontes próximas ao grupo militante libanês Hezbollah negaram teorias de que a explosão foi um ataque israelense a uma instalação de armas.

Apenas alguns dias antes de um Tribunal Unido se pronunciar sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro Rafik Hariri, pai de Saad.

A explosão ocorre em um momento de tensões elevadas no país do Oriente Médio, que está passando por sua pior crise econômica e financeira em décadas.

A quilômetros da cena da explosão – que as pessoas em Chipre afirmaram ter ouvido – as varandas foram derrubadas, o teto desabou e as janelas foram quebradas.

A mídia local carregava imagens de pessoas presas sob os escombros, algumas ensanguentadas e multidões foram vistas fugindo pelas ruas cobertas de escombros

Com informações de G1 / Daily mail / O Globo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.