Costumamos divulgar aqui as novidades que vão sendo disponibilizadas no serviço de streaming da Netflix, porém, dessa vez, fomos além e elaboramos uma lista que inclui outras operadoras, como a Now (dos assinantes da Net), o Google Play, o Youtube e o iTunes.

Novidades que chegam essa semana:

Se você soubesse


          

Um filme comovente sobre o impacto de nossas decisões.

Daniel (Gael Garcia Bernal) vive em uma comunidade excluída socialmente e faz parte do mundo do crime. Seu melhor amigo, Costel (Nahuel Pérez Biscayart), morre assim que se torna seu parceiro, deixando Daniel transtornado, e seu irmão Lucho (Mariano Santiago) furioso. Daniel então tenta se recuperar assim que conhece Francine (Marine Vacth) e precisa pagar a morte de Costel à sua família.

Em entrevista a Variety, o ator Gael Garcia Bernal revela:

É um filme sob um ponto de vista muito pessoal. Se tivermos que definir com conceitos óbvios, é um filme de autor.

 

A Forma da água


   

 Do mestre contador de histórias Guillermo del Toro, vem A FORMA DA ÁGUA – um conto de fadas dos mais imaginativos ambientado no cenário dos Estados Unidos na época da Guerra Fria, por volta de 1962. No laboratório secreto e de alta segurança do governo onde trabalha, a solitária Elisa (interpretada por Sally Hawkins) vive presa em uma vida de isolamento. Sua vida muda para sempre quando ela e a colega Zelda (interpretada por Octavia Spencer) descobrem uma experiência secreta. Também estão no elenco Michael Shannon, Richard Jenkins, Doug Jones e Michael Stuhlbarg.

Anon


                                                                        

A mais nova estreia da semana da Netflix é o filme Anon, com Clive Owen e Amanda Seyfried. A produção original Netflix chega ao serviço de streaming nesta sexta-feira, dia 4 de maio.

Em um mundo futuro onde não há crime por causa de um sistema de vigilância extrema, um detetive (Clive Owen) acaba encontrando uma mulher (Amanda Seyfried) que descobriu uma falha no regime de não-privacidade e que ameaça toda a construção da sociedade.

The Post: A Guerra Secreta


   

 

Steven Spielberg, Meryl Streep e Tom Hanks. Juntos. Estes são motivos o suficiente para assistir a ‘The Post’. Porém, para os amantes da política e da história dos Estados Unidos, o longa-metragem toca em um assunto pivotal: o vazamento de arquivos confidenciais da Guerra do Vietnam, que provam que o governo sabia de todos os problemas do conflito. Porém, o foco não é o mesmo, por exemplo, de ‘Spotlight’: a investigação feita pelos jornalistas fica em segundo plano, com o longa-metragem dando destaque para a luta nos tribunais do Washington Post (ao lado do New York Times) contra a censura do governo Richard Nixon. Isso abriu as portas para o jornal ganhar uma maior projeção nacional, inclusive dando bagagem para o escândalo que investigaria a seguir, Watergate. Não é por menos que ‘The Post’ funciona como prelúdio perfeito para outro grande filme de Hollywood: ‘Todos os Homens do Presidente’.

 

Toc Toc


                                                                    

 

Adaptação para os cinemas da peça de mesmo nome, do dramaturgo Laurent Baffie. Dessa forma, surge uma comédia para risadas fáceis sobre um grupo de pacientes com transtorno obsessivo compulsivo (ou seja, o TOC) na sala de espera do psiquiatra. O filme conta com alguns clichês, mas compensa com a presença de Paco Léon (de ‘Kiki: Os Segredos do Desejo’) e Rossy De Palma (‘Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos ‘), que roubam a cena. No Brasil, a produção está sendo lançada diretamente na Netflix.

 

O Filho uruguaio



O filme aborda temas interessantes e que valem a reflexão, como o sequestro, a frustração de perder alguém e a vontade de fazer justiça com as próprias mãos. Há quatro anos, o filho de Sylvie (Isabelle Carré), Felipe (Dylan Cortes), foi sequestrado pelo pai uruguaio logo após do divórcio do casal. Decepcionada com a polícia francesa, que chegou a fazer o rastreamento, mas os deixou escapar, ela decide fazer justiça com as próprias mãos e aporta na América do Sul para recuperar o menino com o auxílio de um assistente social (Ramzy Bedia).

 

Perdoai as Nossas Dívidas


                                                           

Filme exclusivo da Netflix que “parla italiano”. Claudio Santamaria (‘Cassino Royale’) é Guido, um homem que, sem emprego, se vê obrigado a trabalhar como cobrador de dívidas. No entanto, os métodos de cobrança – que envolvem constrangimento e ameaças – acabam jogando-o numa espiral de sentimentos contraditórios. O curioso, aqui, é a crítica à hipocrisia: podemos cometer todos os pecados, desde que devidamente arrependidos e confessados para o padre na igreja. É possível fazer os paralelos entre a Itália, um país de católicos fervorosos, com o Brasil.

Perigo na Montanha


   

Jason Momoa é um dos grandes destaques de ‘Perigo na Montanha’, interpretando um personagem diferente daqueles que o ator interpretou anteriormente – como em ‘Liga da Justiça’ e ‘Game of Thrones’. Se você busca por uma produção com ótimo senso de justiça e trama interessante, achou o que procurava! Inclusive, o longa foge dos típicos filmes de ação e surpreende com mistério e um ótimo roteiro. Outro filme exclusivo do streaming.

Contando os Segundos


                                                                       

 

Sete pessoas esperando o resultado de seus exames de HIV em uma sala de espera de um laboratório. Este filme Netflix se passa na Índia e, com um roteiro bem direcionado, consegue passar bem mensagem para aumentar a conscientização envolvendo a AIDS no país. O enredo acontece em uma sala de espera e demanda paciência do espectador, mas o final compensará e seguramente surpreenderá.

Perfectos desconocidos


                                                                       

Sete amigos de longa data se encontram para jantar, com a regra de que todas as mensagens e telefonemas que eles receberem serão públicas para o resto da mesa, revelando segredos que bagunçam suas vidas.

 

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.