Todos sabemos o quão ocupados os pais podem ser, né? Mas uma mamãe da Austrália criou uma maneira incomum de economizar tempo – dando banho nos seus filhos apenas três vezes por semana.

Constance Hall, uma blogueira australiana, disse que está tudo bem para sua prole ir para a escola sendo “fedorenta”, pois “isso não vai matá-los”.

A mãe de cinco filhos, que também tem dois enteados, admite que teve que cortar muitas despesas por causa de sua grande família.

Ela também economiza tempo na lavagem da louça, deixando seus filhos “festejarem com as mãos”.

Revelando seus atalhos ao portal Mama Mia, ela confessou que seus filhos não lavam todos os dias.

E escreveu: “Eles não precisam tomar banho todos os dias…

“Eles muitas vezes podem pular essa parte da rotina se isso está deixando todo mundo para baixo.

“Pessoalmente, não posso dar banho em todo mundo todas as noites.”

Justificando sua decisão de deixar seus filhos pularem uma lavagem diária, ela afirma que a Academia Americana de Dermatologia disse que os jovens entre seis e 11 anos só precisam tomar banho uma ou duas vezes por semana, a menos que estejam sujos, suados ou tenham algum problema de pele.

“Eu sei que isso os torna mais adoráveis ​​​​quando estão todos limpos e cheirosos, mas, na verdade, pular o banho noturno ou o banho matinal algumas vezes por semana não vai matá-los”, acrescentou.

Falando sobre os horários das refeições em sua casa, ela disse: “Eles festejam com as mãos.

“Os pratos são a pior parte do jantar. Em outras culturas, todos comem com as mãos fora do mesmo prato.”

Ela acrescentou: “Comer deve ser uma das coisas prazerosas que você compartilha com seus filhos, não um borrão de memórias raivosas.

“Então, se eles não comerem o jantar, não se estresse, tente outra coisa, continue tentando ou apenas deixe o bosta comer sua massa simples e molho de tomate.

“Nenhum dos meus filhos comeu nada saudável com menos de sete anos, todos comem bem mais de sete anos e são perfeitamente saudáveis”.

Outros conselhos para os pais que ela dá incluem fazer piqueniques, usar baldes codificados por cores para “jogar” as roupas de cada criança, ter um horário de “check-out” onde você pode relaxar e bloquear os ruídos de seu filho usando fones de ouvido.

Ela disse: “Eu não posso responder às 400 perguntas por dia de seis crianças diferentes: as brigas sobre de quem é a vez do iPad, ou quem estragou o quê. Eu simplesmente não posso. Então eu bloqueio.”

Fonte: Crescer

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.