Vinte e dois gatos entraram na Justiça contra um condomínio de João Pessoa, na Paraíba, que quer impedir a circulação de animais. Os animais são os autores da ação e estão assistidos judicialmente pelo Instituto Protecionista SOS Animais e Plantas.

Os 22 gatos do condomínio que assinaram a petição são: Mãe de Todos, Mostarda, Pretinha, Escaminha, Bubuda, Guerreiro, Wesley, Pérola, Medroso, Juliete, Assustado, Preta, Atleta, Aparecido, Rainha, Esposo, Doida, Branca, Oncinha, Maria-Flor, Matuto e Sol.

Segundo o G1, os animais vivem no condomínio há anos e são cuidados pelos moradores, que lhes dão água, comida e atendimento veterinário quando necessário. No entanto, os moradores passaram a ser notificados pela administração do condomínio e orientados a não cuidarem mais dos gatos.

Uma reunião entre representantes do Núcleo de Justiça Animal da UFPB, o Conselho Administrativo e o síndico do condomínio chegou a acontecer em maio, mas um acordo não foi estabelecido.

Na ação judicial, é citado que todos os gatos são castrados, exceto os que ainda não tem idade para o procedimento. Além disso, todos tomam vermífugo e vitaminas regularmente. O documento ainda mostra imagens de alguns dos gatos precisando recorrer ao lixo para procurar comida depois que o condomínio proibiu moradores de alimentarem os animais.

Informações do G1

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.