Uma equipe de médicos concluiu com sucesso uma cirurgia cardíaca aberta dentro de um hospital russo que pegou fogo na sexta-feira (2 de abril) enquanto os bombeiros lutavam contra as chamas do lado de fora, disseram os serviços regionais de emergência.

O edifício com telhado de madeira na cidade de Blagoveshchensk, no extremo leste do país, pegou fogo e 60 pacientes foram evacuados enquanto se enchia de fumaça.

Mas uma equipe de oito médicos operando no andar térreo continuou.

“Tivemos que salvar essa pessoa e fizemos tudo”, disse Valentin Filatov, chefe da unidade de cirurgia cardiovascular, em uma entrevista à televisão estatal.

A filial da região de Amur do ministério de emergências disse que a eletricidade para a sala de cirurgia foi fornecida com um cabo separado, enquanto os bombeiros garantiram que a fumaça não se espalhou para a sala.

Após a operação, o paciente foi evacuado do prédio em chamas para outro hospital, acrescentou o ministério.

A médica Antonina Smolina disse que “não houve pânico” entre os funcionários do hospital.

O incêndio, provavelmente causado por um problema elétrico, foi controlado sem quaisquer vítimas.

As autoridades locais prometeram premiar os médicos que continuaram com a operação e os bombeiros que apagaram o incêndio.

Informações de Estado de Minas

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.