Do site La mente es Maravillosa

“Meus sapatos” é um excelente curta com um grande ensinamento sobre os valores da vida. Um curta-metragem que nos mostra que procuramos nos focar no que não temos, e até se maldizer da sorte por não possuir algo, sempre nos nivelando por baixo, sem dar muita atenção ao que já temos.

Mas não há manuais para viver. Ninguém nos ensina a respirar porque é suposto ser uma questão de sobrevivência e estamos preparados para isso. Não é o mesmo com o fato de apreciar as coisas que temos na vida, é isso que temos que aprender.

Enquanto você quer o que não tem, não desfruta do que está ao seu alcance

O curta “Meus sapatos” reflete que tudo que nos esforçamos demais se torna um ponto negro, um ponto de caos que nos impede de apreciar e desfrutar o que temos. Vamos ver isso:

Como Mario Benedetti disse, “todos nós queremos o que não podemos, somos fãs do proibido”. Não é mais feliz quem tem mais, mas quem se contenta com menos, ou melhor, quem sabe como aproveitar o que vive.

A vida é tão curta que não podemos esperar pelo que queremos chegar até nós, devemos voar em direção a ele. Porque no final o que importa não são os anos de vida, mas a vida dos anos.

Um bom resumo desta curta reflete o manifesto de Holstee, que é cheio de premissas que devemos manter ao longo de nossas vidas:

Esta é a sua vida. Faça o que você ama e faça isso com frequência. Se você não gosta de algo, mude-o. Se você não gosta do seu trabalho, deixe-o. Se você não tiver tempo suficiente, pare de assistir TV. Se você está procurando o amor da sua vida, para; Ele estará esperando por você quando você estiver fazendo coisas que você realmente queira.

Para de analisar tudo, a vida é simples. Todas as emoções são fantásticas. Quando você está comendo, aprecie cada mordida. Abra sua mente, braços e coração para as coisas e novas pessoas, estamos unidos pelas nossas diferenças. Pergunte à próxima pessoa que ver qual é a sua paixão e compartilhe um sonho inspirador com ela.

Viaje frequentemente; Perde-se te ajudará. Algumas oportunidades só chegam uma vez, aproveite-as. A vida é as pessoas que você conhece e as coisas que você cria com essas pessoas. Vá para fora e comece a criar. A vida é curta. Viva seu sonho, realize sua paixão.

Desfrutar o que temos é a melhor maneira de viver, mas para isso devemos nos lembrar de pelo menos algumas coisas:

• Você tem que ser consistente consigo mesmo e pensar na primeira pessoa.

• De tempos em tempos, não é ruim parar de falar e ouvir.

• Nós não podemos deixar ninguém decidir por nós mesmos.

• As coisas só vão melhorar se nos mudarmos.

• Sua felicidade consiste em apreciar o que você tem e não querer excessivamente o que você não tem.

• Só fracassará se você abandonar seus objetivos, as quedas fazem parte do processo.

• Não se trata de competir, você não precisa provar nada a ninguém. Nós não temos que chegar onde os outros chegaram, mas temos que superar nossos próprios limites.

A vida é curta e não há tempo bastante para que possamos gastá-lo com o que não temos. Desfrutemos do que temos, ao menos, enquanto corremos atrás do que não temos.

Não espere para chegar ao cume para admirar as vistas, todas as posições têm algo bonito. Cada ponto de nossa jornada pode se tornar um sonho mesmo quando acreditamos que estamos em um terrível pesadelo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.