“ Baseado em fatos realmente possíveis ”, diz o pôster do filme, significando que o cometa que está prestes a destruir o planeta poderia ser na verdade a leitura séria da crise climática em andamento: é Não olhe para cima

O diretor roteirista, autor de algumas das maiores comédias do século 21 ( Anchorman ou The Big Bet ), desta vez trata – alegoricamente – do tema das mudanças climáticas. E o resultado que surge é algo fortemente preditivo, mas ao mesmo tempo irônico e reflexivo.

O enredo gira em torno de um cometa que se dirige para a Terra ” ligeiramente maior ” do que o meteoro que exterminou os dinossauros e, de acordo com aqueles que o descobriram pela primeira vez – a estudante de doutorado do estado de Michigan Kate Diabiasky ( Jennifer Lawrence ) e seu professor, Dr. Randall Mindy ( Leonardo DiCaprio) – está definido para atingir o nosso planeta dentro de cerca de seis meses e causar uma nova extinção em massa.

Toda a população desaparecerá. Finalizado. Au revoir . Ou pelo menos este é o pior cenário que poderíamos enfrentar e McKay escolheu um cometa para nos avisar, porque o resultado, ele sugere, seria o mesmo se fosse a destruição iminente de nosso planeta por ecocatástrofe ou um assassino ou vírus de vírus algum perigo externo que ameaça nossa própria existência.

Somos uma espécie estúpida e condenada, muito perpetuamente distraída, desinformada e ingênua para suportar a mensagem que não está muito velada. Começando com a presidente Orlean – interpretado por uma incrível Meryl Streep em uma mistura perfeita entre Hillary Clinton, Trump e Miranda Priestly – que só quer ” esperar e ter certeza“, Basta ter o cuidado de avaliar como o anúncio de tal coisa afetará seu partido no médio prazo.

Então, quando um escândalo ameaçar sua posição política, seu governo vai explorar o acontecimento em nome do espetáculo patriótico. Assim que a Big Tech se envolver, na forma do bilionário socialmente desajeitado do Vale do Silício de Mark Rylance, as margens de lucro terão precedência sobre o resgate dos pobres, que são os outros 99,9%. Claro, alguns pensam que a coisa toda é uma farsa, mesmo que o cometa se lance visivelmente em sua direção. Enquanto isso, todos estão grudados no telefone e ninguém leva nada a sério.

E tem mais, é claro. Outros personagens tóxicos e corruptos que não fazem nada além de desperdiçar as poucas chances que têm de resolver esse problema.

Um sentimento familiar para muitos de nós, um filme de desastre em mais de um aspecto. E se realmente tivéssemos que olhar para cima?

Via GreenMe

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.