Nikola Tesla (1856-1943) foi um cientista pioneiro durante a virada do século 20, mais conhecido por suas contribuições para o projeto do moderno sistema de fornecimento de eletricidade de corrente alternada (CA).

Tesla era um físico, engenheiro mecânico e elétrico, inventor e futurista, bem como possuidor de uma memória quase eidética. Ele falava oito idiomas e detinha 300 patentes até o final de sua vida. Seu legado experimentou um grande ressurgimento nos últimos anos – o nome Tesla, como você deve ter ouvido , está em voga agora – já que muitas de suas previsões sobre poder e comunicação se concretizaram.

A citação abaixo faz bem em mostrar o quão profético Tesla era. Aqui ele basicamente resume um smartphone moderno… em 1926:

“Quando a tecnologia sem fio for perfeitamente aplicada, toda a Terra será convertida em um enorme cérebro, o que de fato é, todas as coisas sendo partículas de um todo real e rítmico. Seremos capazes de nos comunicar uns com os outros instantaneamente, independentemente da distância. Não apenas isso, mas através da televisão e da telefonia, veremos e ouviremos uns aos outros tão perfeitamente como se estivéssemos face a face, apesar de distâncias intermediárias de milhares de quilômetros; e os instrumentos através dos quais poderemos fazê-lo serão surpreendentemente simples em comparação com o nosso telefone atual. Um homem poderá carregar um no bolso do colete.”

Esta citação é corretamente atribuída a Tesla e ao ano de 1926 . A declaração foi tirada de uma entrevista com Tesla conduzida pelo jornalista John B. Kennedy e publicada em um artigo de 30 de janeiro de 1926 na revista Collier’s .

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.