Na última sexta-feira (14), o cantor Seu Jorge foi alvo de ataques racistas e criminosos durante um show no clube Grêmio Náutico União, em Porto Alegre (RS).

Na noite de ontem, o artista se pronunciou pela primeira vez sobre o ocorrido.

Em vídeo publicado no Instagram, ele se posicionou de maneira firme na luta contra todos os tipos de preconceito e discriminação.

“Estaremos bem mais fortes e unidos na luta intensa contra o racismo e toda forma de preconceito e discriminação. Vamos vencer essa guerra que segrega o nosso povo à miséria e à falta de oportunidade no Brasil. Que mata e maltrata nossos filhos, sobrinhos, primos, primas, irmãos e irmãs todos os dias. Estaremos na luta juntos denunciando e combatendo todo tipo de tipificação de nossa gente e respondendo com excelência, preparo, sabedoria e diplomacia”, disse Seu Jorge.

“Nunca, jamais, nos curvaremos ao racismo e à intolerância, seja ela qual for. Não cederemos um milímetro sequer ao ódio e combateremos e cobraremos das autoridades que a Justiça prevaleça e os criminosos sejam punidos”, completou o cantor.

No início deste mês, Seu Jorge havia sido contratado para realizar um concerto em comemoração da reinauguração de um salão do clube.

O crime ocorreu enquanto ele e a sua banda se preparavam para fazer um “bis”.

Diversas denúncias pipocaram na internet após dezenas de pessoas que estavam presentes no evento afirmarem que uma parte pequena, mas considerável do público teria gritado ofensas racistas após o músico convidar um jovem negro para tocar no palco.

Naquele momento, Seu Jorge fez um breve discurso contra a redução da maioridade penal e em defesa de jovens negros de comunidades brasileiras, pauta que motivou as injúrias raciais.

Algumas pessoas entoaram sons de macaco e gritado ‘vagabundo’ e ‘safado’ para o cantor.

Assista ao pronunciamento:

Fonte: R7

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS