O “complexo Aristóteles” não é uma desordem definida no campo da psicologia ou da psiquiatria. Pelo contrário, é um conjunto de características que a cultura popular definiu informalmente como complexo. Basicamente, corresponde a pessoas que acreditam que estão sempre certas.

A palavra complexo vem do latim complexus. Refere-se a algo que é composto de vários elementos. Da mesma forma, na psicologia,  é algo definido como uma condição na qual vários traços de personalidade estão presentes ao mesmo tempo e causam dificuldades a um indivíduo.

As principais características presentes em um complexo é que eles são inconscientes. A pessoa não percebe que ele apresenta. E se ela percebe, ela dá-lhes uma interpretação diferente. Ela pensa, por exemplo, de que é normal ser assim, ou que tem razões válidas e objetivas para ser como é. Veja abaixo o que exatamente o complexo de Aristóteles.

Aristóteles, um filósofo teimoso 
Aristóteles é, inquestionavelmente, um dos maiores filósofos de todos os tempos. Ele viveu entre 384-322 A.C., durante a Grécia Antiga. Suas idéias e doutrina são tão importantes que até hoje elas têm uma grande influência sobre a filosofia e as ciências humanas e biológicas.

Aristóteles foi aluno de Platão, outro dos grandes filósofos gregos, o pai da metafísica. Ele seguiu seu mestre onde quer que ele fosse. Ele foi um aprendiz brilhante. Platão sempre teve uma grande estima por ele, até que as coisas começaram a mudar.

Aristóteles gradualmente se afastou de seu mestre enquanto desenvolvia sua própria doutrina filosófica e ganhava notoriedade. Mas isso não é tudo. Aristóteles também começou a se afastar de seus ensinamentos, algo que Platão nunca considerou como uma coisa ruim.

Ele declarou ao logo do tempo que a abordagem de Platão era infundada. Muitos questionaram essa atitude de Aristóteles. Foi um ato de deslealdade e arrogância. Não foi tão grave assim, mas o filósofo ganhou essa reputação.

O complexo de Aristóteles
Com base nesses episódios da história antiga, alguns começaram a falar sobre o complexo de Aristóteles. Atribui-se esse rótulo a todos que acreditam que são melhores que os outros e que acham que estão sempre certos. Se diferencia do complexo de superioridade que está mais relacionado às emoções e à imagem, enquanto o complexo aristotélico é de natureza intelectual.

Aqueles que apresentam o complexo de Aristóteles são obcecados em transcender os outros intelectualmente. Eles tecem longas discussões sem nenhum outro propósito que não seja o de provar que são mais inteligentes e mais cultos do que outros. Sempre colocam suas convicções à prova levantando controvérsias, se possível de maneira pública.

Obviamente, aquele que apresenta o complexo de Aristóteles ainda pensa que está com a razão, no entanto, isso não é a coisa mais importante para ele. O que mais lhe interessa é impor seu ponto de vista aos outros. Fazer com que os outros o vejam como alguém particularmente inteligente.

Complexos que levam a nada de bom
Uma espécie de adolescência insuperável está presente no complexo de Aristóteles. É de fato nesta idade em que é decisivo para uma criança testar suas idéias e, acima de tudo, confrontar ou demonstrar a fraca validade daquilo que as figuras de autoridade pensam em primeiro lugar. Esse processo, às vezes muito irritante para os adultos, é uma forma de os jovens construírem e reafirmarem sua identidade.

No final, uma insegurança profunda prevalece no adolescente, como naqueles que apresentam o complexo de Aristóteles. O desejo de estar certo a todo custo e de impor pontos de vista aos outros é apenas um sinal de dúvida. Eles querem impor outras formas de ver a realidade porque as temem. Eles assumem que põem em perigo sua própria perspectiva, que consideram intolerável.

O complexo de Aristóteles é um problema de auto-estima ou, se preferirmos, do narcisismo. O valor e a importância de si são superdimensionados, apenas para o propósito inconsciente de equilibrar um sentimento de inutilidade. Como aqueles animais que parecem ficar maiores e mais intimidantes quando se sentem em perigo. Seja como for, esse narcisismo exagerado só gera dificuldades ao longo do tempo.

Traduzido de NosPensées

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.

COMENTÁRIOS