Anthony Mmesoma Madu é o nome do bailarino nigeriano cuja história se tornou viral após a publicação de um vídeo que o mostrava dançando descalço em um chão de lama.

E agora, depois de conquistar a ex-dançarina Fade Ogunro, que se ofereceu para patrocinar sua educação, ele foi procurado pela Escola de Dança ABT Jacqueline Kennedy Onassis, uma das escolas de dança mais importantes da América, para uma bolsa de estudos que o ajudará a realizar seu sonho.

A diretora artística, Cynthia Harvey, se dispôs imediatamente a isso depois que uma amiga mostrou para ela o famoso vídeo que se tornou viral, como ela afirmou em Cincinnati:

“Um amigo que mora no Reino Unido me enviou o vídeo. No dia seguinte, eu já estava tentando entrar em contato com ele. “

Anthony, antes de partir para os Estados Unidos previsto para o ano que vem, terá que participar de um seminário virtual online. E depois de concluir a bolsa ABT, com duração de algumas semanas, ele terá que dar continuidade aos treinos no Ballet Beyond Borders, também nos Estados Unidos.

Todos estão convencidos de que Anthony tem tudo para se tornar um dançarino muito talentoso, incluindo seu professor nigeriano, Ajala, que fundou a Leap of Dance Academy, onde lhe ofereceu aulas gratuitas em troca de dedicação e comprometimento.

Anthony sempre foi apaixonado pela dança, como disse à Reuters:

“O balé é a minha vida. Quando danço, sinto que estou no topo do mundo. Sempre que minha mãe me manda fazer alguma coisa, danço balé antes de ir e isso me deixa muito, muito feliz. Eu amo muito balé. “

E agora que ele conseguiu essa bolsa, ele está mais feliz do que nunca:

“Já ganhei o primeiro prêmio, que é ir para os Estados Unidos … Estarei no avião e é isso que estou esperando, e o balé fez isso por mim.”

No início, seus pais queriam que ele fosse padre, mas agora o apóiam com todas as forças. E nós também esperamos que Anthony realize todos os seus sonhos!

FONTES: Reuters / Cincinnati / Via GreenMe

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.