Certamente o estado de sofrimento pode ser um dos menos desejáveis ao longo de nossas vidas, dos quais infelizmente poucos escapam … No entanto, um estado que poderíamos considerar pior que o sofrimento é dado pelo medo de passar por qualquer tipo de sofrimento.

O medo tem como característica principal castrar e limitar; quando se trata de sentir medo do sofrimento, somos forçados a reprimir nossos sentimentos, a evitar experiências que possam ser uma fonte potencial de dor, caso algo diferente do que queremos que aconteça, tentamos não gostar ou ficar apegados demais a nossas afeições e tentamos trancar nosso coração, nossos sonhos e ilusões em uma câmara de proteção onde nada pode afetá-los.

Evitando o sofrer, evitamos amar, evitamos viver e, assim, desligamos todos os mecanismos responsáveis pelo movimento como seres humanos, não arriscamos ou apostamos nada, porque a simples ideia da sensação de perda nos faz circular a adrenalina típica do medo , que não age nesse caso para enfrentar nossos desafios, mas para fugir daquela situação que ameaça nosso mundo, pouco tolerante com a ideia de dor.

Certamente na vida estaremos frequentemente envolvidos em situações que não são agradáveis, onde nossa força é dobrada, onde a esperança se torna distante, onde duvidamos até de nossas habilidades, mas são as situações que nos colocam frente a frente diante do sofrimento que nos fortalecem, que nos fazem conhecer, que nos conscientizam do que somos capazes …

E sim, não é agradável, a satisfação de ficar arejado geralmente pode ser apreciada muito mais tarde. Mas pare de viver experiências que podem até ser as melhores de nossas vidas, por medo de que algo não seja o esperado e por estarmos expostos à dor, é como não querer comer uma deliciosa sobremesa por medo de afetar nosso sistema digestivo … Sim , pode ser que nos caia mal… Mas há também a possibilidade de não, e demos a nós um ótimo sabor … Mesmo que isso nos faça sentir mal, muitas vezes esse sabor doce terá valido a pena …

Não limite suas ações, muito menos seus sentimentos por medos. Não se predisponha à vida, é verdade que existe a possibilidade das coisas não seguirem o caminho esperado … e é verdade que estamos expostos ao sofrimento, mas considere que não é a norma que vencer é preciso correr riscos … E que, se vemos a vida sorrindo, esperando por ela o melhor, provavelmente ela nos olha da mesma maneira. Então: sem medo de que nascemos para viver…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.