"Knocked Up." Universal

As fraquezas e as desventuras das relações sempre deram ao cinema cômico um vasto material. Dos filmes mudos de Charlie Chaplin aos filmes produzidos por Judd Apatow, como “Ligeiramente Grávidos” (Knocked Up) e “Doentes de Amor” (The Big Sick), o gênero de comédia romântica evoluiu e se adaptou a cada geração.

Para descobrir quais rom-coms receberam mais aclamação da crítica, nos baseamos no agregador de comentários Rotten Tomatoes através de seu histórico do ranking  do gênero.

O site classificou cada filme por meio de um ajuste ponderado de sua pontuação crítica média para explicar a variação no número de avaliações recebidas por cada filme.

Aqui estão os 27 melhores filmes de comédia romântica de todos os tempos, de acordo com os críticos:

27 – ENTRE RISOS E LÁGRIMAS (Obvious Child) – 2014

A24

Pontuação crítica: 90%

Pontuação ajustada: 95,757%

Pontuação da audiência: 72%

Donna Stern (Jenny Slate) é uma comediante de pouco sucesso. Após ser abandonada pelo namorado e despedida no emprego, ela acha que tudo está perdido, mas encontra Max (Jake Lacy), um rapaz gentil com quem passa uma noite. O resultado desse encontro é a gravidez inesperada de Donna. E agora, como contar ao homem que ela mal conhece?

26 – FEITIÇO DA LUA – (Moonstruck) – 1987

MGM

Pontuação crítica: 92%

Pontuação ajustada: 96,27%

Pontuação da audiência: 81%

A viúva Loretta Castorini (Cher) concorda em se casar com o insosso Johnny Cammareri (Danny Aiello), mas quando conhece o futuro cunhado Ronny (Nicolas Cage), um temperamental padeiro, apaixona-se.

25 – ALTA FIDELIDADE – (HIGH FIDELITY) 2000

Buena Vista Pictures

Pontuação crítica: 91%

Pontuação ajustada: 96,812%

Pontuação da audiência: 90%

Rob Gordon (John Cusack) é o dono de uma loja de música beira da falência, pois apenas vende discos em vinil. Azarado no amor e ao mesmo tempo uma enciclopédia ambulante sobre música pop, os caminhos da vida terminam por levá-lo a analisar suas escolhas e prioridades, fazendo com que se torne uma pessoa mais madura.

24 – LIGEIRAMENTE GRÁVIDOS (KNOCKED UP) – 2007

Universal Pictures

Pontuação crítica: 89%

Pontuação ajustada: 96,991%

Pontuação da audiência: 83%

Alison Scott (Katherine Heigl) é uma jovem bonita e ambiciosa, que está para estrear como repórter de uma importante emissora de TV. Ben Stone (Seth Rogen) e seus 4 amigos dividem o aluguel de uma casa bagunçada, sendo que todos insistem em se manter na adolescência mesmo já tendo 20 e poucos anos. Alison e Ben se conhecem numa boate e, completamente bêbados, passam a noite juntos. A ligação entre eles terminaria aí, mas algumas semanas depois Alison liga para Ben para informá-lo que está esperando um filho dele. A notícia faz com que Ben passe a questionar sua própria vida, além de aproximar duas pessoas que preferiam jamais ter se conhecido.

23 – UMA BOA MENTIRA – (Appropriate Behavior) – 2015

Parkville Pictures

Pontuação crítica: 96%

Pontuação ajustada: 97.155%

Pontuação de público: 64%

Shirin (Desiree Akhavan) é uma jovem de família persa. A moradora do Brooklyn, descolada e bissexual está sofrendo pois sua namorada acaba de terminar o relacionamento delas. Shirin já não vai mais ao bar que costumava ser seu refúgio. A jovem se sente solitária e não tem o apoio da família.

22 – NASCIDA ONTEM (Born Yesterday) – 1950

Columbia Pictures

Pontuação crítica: 95%

Pontuação ajustada: 97,878%

Pontuação de público: 86%

Harry Brock (Broderick Crawford) é um empresário que prosperou negociando ferro-velho. Ele chega em Washington com a amante, Emma “Billie” Dawn (Judy Holliday), uma inculta ex-corista que não tem noção do que acontece nem está envolvida nas negociatas do marido. Harry teme que ela fale muita besteira enquanto “negocia” com políticos, assim contrata um repórter, Paul Verrall (William Holden), para deixá-la esperta. Mas professor e aluna se apaixonam e ela aprende a pensar sozinha, causando problemas inesperados ao namorado.

21 – HANNAH E SUAS IRMÃS (Hannah and Her Sisters) – 1986

Orion Pictures

Pontuação crítica: 93%

Pontuação ajustada: 98,044%

Pontuação da audiência: 90%

A amizade e o relacionamento de três irmãs vivendo em Nova York. No dia de Ação de Graças seus conflitos amorosos e existenciais são evidenciados no meio de um grupo de amigos e parentes não muito homogêneo. Lee (Barbara Hershey) é uma velha pintora casada com Frederick (Max von Sydow), Holly (Dianne Wiest) sonha em ser uma escritora e Hannah (Mia Farrow) é uma famosa atriz, perfeita em tudo na vida.

20 – UM GRANDE GAROTO (About a Boy) 2002

Universal Pictures

Pontuação crítica: 93%

Pontuação ajustada: 98.118%

Pontuação da audiência: 54%

Will Freeman (Hugh Grant) é um homem na faixa dos trinta anos metido a galã que inventa ter um filho apenas para poder ir às reuniões de pais solteiros, onde tem a oportunidade de conhecer mães também solteiras. Will sempre segue a mesma tática: vive com elas um rápido romance e quando elas começam a falar em compromisso ele acaba o namoro. Até que, em um de seus relacionamentos, Will conhece o jovem Marcus (Nicholas Hoult), um garoto de 12 anos que é completamente o seu oposto e tem muitos problemas em casa e na escola. Com o tempo Will e Marcus se envolvem cada vez mais, aprendendo que um pode ensinar muito ao outro.

19 – QUATRO CASAMENTOS E UM FUNERAL (Four Weddings and a Funeral) -1994

Gramercy Pictures

Pontuação crítica: 95%

Pontuação ajustada: 99,103%

Pontuação da audiência: 74%

Charles (Hugh Grant) pensa ter encontrado a mulher de sua vida ao conhecer a bela e extrovertida americana Carrie (Andie MacDowell), mas algumas cerimônias de casamento e um funeral ainda irão trazer muitas novidades à vida do solteirão, sempre acompanhado de perto por seus leais amigos.

18 – O LADO BOM DA VIDA (Silver Linings Playbook) – 2012

The Weinstein Company

Pontuação crítica: 92%

Pontuação ajustada: 100,213%

Pontuação de público: 86%

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

17 – MANHATTAN (Manhattan) – 1979

United Artists

Pontuação crítica: 95%

Pontuação ajustada: 100,437%

Pontuação da audiência: 92%

Um escritor de meia-idade divorciado (Woody Allen) se sente em uma situação constrangedora quando sua ex-mulher decide viver com uma amiga e publicar um livro, no qual revela assuntos muito particulares do relacionamento deles. Neste período ele está apaixonado por uma jovem de 17 anos (Mariel Hemingway), que corresponde a este amor. No entanto, ele sente-se atraído por uma pessoa mais madura, a amante do seu melhor amigo, que é casado.

16 – SE MEU APARTAMENTO FALASSE (The Apartment) – 1960

United Artists

Pontuação crítica: 93%

Pontuação ajustada: 100,922%

Pontuação da audiência: 94%

Um funcionário ambicioso (Jack Lemmon) descobre um atalho para subir na companhia em que trabalha: ceder seu apartamento para os encontros amorosos de seus chefes. A tática inicialmente dá certo, mas passa a ser ameaçada quando ele se apaixona pela amante de um de seus chefes (Shirley MacLaine).

15 – DIGAM O QUE QUISEREM (Say Anything…) – 1989

20th Century Fox

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 100,937%

Pontuação da audiência: 85%

Lloyd Dobler (John Cusack) acaba de completar o ensino médio e não tem qualquer perspectiva para o futuro. Ele é apaixonado pela garota mais linda e inteligente do colégio, Diane Court (Ione Skye), que está de viagem marcada para a Inglaterra. Desesperado, ele fará de tudo para conquistá-la no verão que resta, mas primeiro precisará escapar dos olhares atentos do protetor pai da amada, James Court (John Mahoney).

14 – FEITIÇO DO TEMPO (Groundhog Day) 1993

Columbia Pictures

Pontuação crítica: 96%

Pontuação ajustada: 101.704%

Pontuação da audiência: 87%

Um repórter (Bill Murray) de televisão que faz previsões de metereologia vai a uma pequena cidade fazer uma matéria especial sobre o celebrado “Dia da marmota”. Pretendendo ir embora o mais rapidamente possível, ele inexplicavelmente fica preso no tempo, condenado a vivenciar para sempre os eventos daquele dia.

13 – À PROCURA DO AMOR (Enough Said) -2013

Fox Searchlight Pictures

Pontuação crítica: 95%

Pontuação ajustada: 101,257%

Pontuação da audiência: 75%

A massagista Eva (Julia Louis-Dreyfus) é uma mulher divorciada e mãe solteira que teme a partida da sua filha para a faculdade. Ela logo começa um romance com Albert (James Gandolfini), um homem engraçado que está vivendo um momento muito parecido com o seu. Só que esse relacionamento será ameaçado com a chegada de sua nova cliente, Marianne (Catherine Keener), que é também ex-mulher de Albert.

12 – LEVADA DA BRECA (Bringing Up Baby) -1938

RKO Radio Pictures

Pontuação crítica: 95%

Pontuação ajustada: 102,455%

Pontuação da audiência: 90%

David Huxley (Cary Grant), um paleontólogo com casamento marcado, vai jogar golfe com o objetivo de agradar seu oponente e facilitar a doação de 1 milhão de dólares para o museu onde trabalha. Até que conhece Susan Vance (Katharine Hepburn), uma rica herdeira acostumada a ter tudo o que quer, mas completamente inconseqüente. Susan decide se casar com David, mas para mantê-lo ao seu lado ela utiliza todos os recursos possíveis, transformando a vida do pacato homem em uma sucessão interminável de problemas.

11 – QUANTO MAIS QUENTE MELHOR (Some Like It Hot) – 1959

United Artists

Pontuação crítica: 96%

Pontuação ajustada: 102,518%

Pontuação da audiência: 94%

Chicago, 1929. Joe (Tony Curtis) e Jerry (Jack Lemmon) são músicos desempregados, que estão desesperados por trabalho. Eles acidentalmente testemunham o Massacre do Dia de São Valentim, assistindo o criminoso Spats Colombo (George Raft) e seu cúmplice aniquilarem Toothpick Charlie (George E. Stone) e sua gangue. Forçados a apressadamente deixarem a cidade, Joe e Jerry pegam o primeiro trabalho que podem arrumar: tocar na banda de garotas da Sweet Sue (Joan Shawlee) e suas Sincopadoras. Em trajes femininos, os dois se juntam ao resto da banda em um trem que vai para Miami, Flórida. Diante desta situação, Joe adota o nome de Josephine e Jerry torna-se Daphne. De repente eles vêem Sugar Kane (Marilyn Monroe), a vocalista da banda de Sweet Sue. Jerry se apaixona na hora, mas Joe o lembra que ele não pode se fazer notar. Porém, após chegarem a Miami, um milionário (Joe E. Brown) se apaixona por Daphne e Joe resolve se fazer passar por um milionário para tentar conquistar Sugar, tudo isto em meio à uma reunião dos Amigos da Ópera Italiana, uma convenção de criminosos que traz à cidade Spats Colombo e sua gangue.

10 – A PRINCESA PROMETIDA (The Princess Bride) – 1987

Fox

Pontuação crítica: 97%

Pontuação ajustada: 102,762%

Pontuação da audiência: 94%

Um avô lê um conto de fadas ao seu neto, com direito a uma linda princesa, lutas de esgrima e gigantes. A história do livro se baseia na vida da princesa Buttercup (Robin Wright), que é apaixonada por um jovem camponês. Após fazerem com que acredite que ele morreu, ela decide se casar com um príncipe, que logo se mostra malvado. No dia do casamento uma gangue a rapta e ela descobre que dentre seus sequestradores está o camponês. A partir daí os dois terão que enfrentar muitas coisas para finalmente ficarem juntos.

9 – A LOJA DA ESQUINA (The Shop Around the Corner) – 1940

MGM

Pontuação crítica: 100%

Pontuação ajustada: 103,234%

Pontuação da audiência: 91%

Em Budapeste vive Alfred (James Stewart), o empregado de uma pequena loja de confecções, que se apaixona por Klara (Margaret Sullavan), uma garota com quem se corresponde sem nunca tê-la visto. Por coincidência Klara se emprega na loja em que Alfred trabalha e passa a hostilizá-lo, sem saber que ele é a pessoa com quem troca correspondências. Quando Alfred enfim descobre a verdade e está prestes a se revelar para Klara ele termina sendo demitido de seu emprego, por seu patrão acreditar que seja ele o amante de sua esposa.

8 – JEJUM DE AMOR (His Girl Friday) – 1940

Columbia Pictures

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 103,955%

Pontuação da audiência: 90%
Rosalind Russel (Hildy Johnson) é uma repórter debochada e que não resiste a um bom furo jornalístico. Ela trabalha para o seu ex-marido que é editor do jornal, mas decide largar o trabalho para se casar com um corretor de seguros sem graça. Decidido a prender a ex-esposa por mais um tempo na redação, o cheio de ciúmes Walter Burns (Cary Grant) coloca nas mãos dela uma grande história jornalística, ao qual ele sabe que ela não resistirá. Assim ela acaba se estendendo no trabalho e os dois travam verdadeiros duelos verbais, sendo assistidos por figuras caricaturadas de redação de jornal: Mascadores de chicletes, fumantes inveterados e jogadores de pôquer.

7 – NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA (Annie Hall) -1977

United Artists

Pontuação crítica: 97%

Pontuação ajustada: 103,989%

Pontuação da audiência: 92%

Alvy Singer (Woody Allen), um humorista judeu e divorciado que faz análise há quinze anos, acaba se apaixonando por Annie Hall (Diane Keaton), uma cantora em início de carreira com uma cabeça um pouco complicada. Em um curto espaço de tempo eles estão morando juntos, mas depois de um certo período crises conjugais começam a se fazer sentir entre os dois.

6 – LUZES DA CIDADE (City Lights) – 1931

United Artists

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 104,028%

Pontuação da audiência: 96%

Um vagabundo (Charles Chaplin) impede um homem rico (Harry Myers), que está bêbado, de se matar. Grato, ele o convida até sua casa e se torna seu amigo. Só que ele esquece completamente o que aconteceu quando está sóbrio, o que faz com que o vagabundo seja tratado de forma bem diferente. Paralelamente, o vagabundo se interessa por uma florista cega (Virginia Cherrill), a quem tenta ajudar a pagar o aluguel atrasado e a restaurar a visão. Só que ela pensa que seu benfeitor é, na verdade, um milionário.

5 – AS TRÊS NOITES DE EVA (The Lady Eve) – 1941

MCA Universal

Pontuação crítica: 100%

Pontuação ajustada: 105,013%

Pontuação da audiência: 87%

Depois de passar um ano em uma excursão na Amazonia, o rico e ingênuo dono de uma cervejaria conhece em um cruzeiro a sedutora Jean Harrington (Barbara Stanwyck). Ela, que é uma golpista, se aproxima de Charles Pike (Henry Fonda) pra lhe roubar a fortuna. Um engano vai separar os dois, mas para reconquistá-lo e depois se vingar do homem por tê-la abandonado, Jean vai aparecer em Connecticut como uma herdeira inglesa. Só que dessa vez ela vai realmente se apaixonar por ele.

4 – A PRINCESA E O PLEBEU (Roman Holidaya) – 1953

Paramount Pictures

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 105,457%

Pontuação da audiência: 94%

Ao visitar Roma, Ann (Audrey Hepburn), uma princesa, resolve “passear” anonimamente e se envolve com Joe Bradley (Gregory Peck), um repórter que, ao reconhecê-la, tem a oportunidade de um “furo”, mas resolve por preservar Anne.

3 – NÚPCIAS DE ESCÂNDALO (The Philadelphia Story) – 1940

MGM

Pontuação crítica: 100%

Pontuação ajustada: 107,467%

Pontuação da audiência: 93%

Depois de um divórcio turbulento com o ex-marido playboy Dexter Haven (Cary Grant), Tracy (Katharine Hepburn) planeja se casar com um homem respeitável, porém sem graça, apenas para provar que ela não é uma mulher impossível de ser amada. Às vésperas do casamento, Dexter chega especificamente para estragar a festa com mais dois amigos, que assim como ele, são repórteres. A partir daí, Tracy vai repensar os próprios sentimentos, enquanto os dois homens se metem numa engraçada disputa pelo seu coração.

2 – DOENTES DE AMOR –  (The Big Sick) – 2017

Amazon Studios

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 108.909%

Pontuação de público: 88%

O comediante e motorista de Uber paquistanês Kumail (Kumail Nanjiani) e a estudante de psicologia Emily (Zoe Kazan) se apaixonam em Chicago, mas encontram dificuldades no momento em que suas culturas entram em conflito. Quando Emily contrai uma doença misteriosa e é colocada em coma, Kumail tenta enfim resolver o conflito emocional entre sua família e seu coração.

1 – ACONTECEU NAQUELA NOITE – (It Happened One Night) – 1934

Sony Pictures

Pontuação crítica: 98%

Pontuação ajustada: 108.909%

Pontuação da audiência: 93%

Peter Warren (Clark Gable), um jornalista desempregado, encontra Ellie (Claudette Colbert), a filha de um milionário que fugiu do iate de Alexander Andrews (Walter Connolly), seu pai, pois este não aprova quem ela escolheu como marido. Peter vê a oportunidade de obter uma boa matéria, mas vários fatos criam uma forte aproximação entre eles.

 

FONTE: BUSINESS INSIDER

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.

COMENTÁRIOS