Dois cães de uma família do Tennessee, nos EUA, mataram dois bebês e deixaram a mãe em estado grave, em um incidente que chocou o país no início deste mês.

De acordo com uma reportagem especial publicada pela Fox News Digital, Kirstie Jane Bennard, 30, ficou gravemente ferida quando tentou tirar os dois pit bulls da família Hollace de cima dos seus bebês: Dean, de 5 meses, e Lilly Jane, de 2 anos, em sua casa na zona rural do condado de Shelby.

“Esse ataque durou mais do que qualquer um de nós poderia imaginar”, disse a melhor amiga da mãe devastada, Kelsey Canfield.

“Posso prometer que essas crianças eram o mundo dela, e se houvesse qualquer indício de perigo, ela nunca teria esses cães perto de seus filhos”, disse a melhor amiga da mãe, Kelsey Canfield, à Fox News Digital. “Essas crianças eram tudo para eles, e eles têm uma longa jornada pela frente.”

A família mantinha os animais de estimação, Cheech e Mia, há mais de 8 anos sem nenhum incidente violento, disse Canfield.

Leia também: 6 séries disponíveis na Netflix para você maratonar nesse fim de semana

Canfield e Jane Bennard, irmã de Kirstie, visitaram ela no hospital na última sexta-feira (7). Sua condição foi atualizada de crítica para estável.

“Ela estava inicialmente confusa. Ela está acordada agora e está ciente [do que aconteceu]”, disse Canfield.

O pai das crianças, Colby Bennard, que trabalha como gerente de peças na Bumpus Harley-Davidson, não estava em casa no momento do ataque.

Meses antes, o pai compartilhou fotos de Cheech e Mia no Facebook, chamando-os de “leões domésticos”.

O tio de Colby Bennard, Jeff Gibson, escreveu no Facebook que Kirstie Jane Bennard tem uma “quantidade incontável de pontos e marcas de mordida em todo o corpo, incluindo o rosto”.

Suas pernas e braços estão completamente envoltos em bandagens, mas ela provavelmente não terá danos permanentes “além de um coração que nunca se curará”, diz o post.

“[Kirstie] é uma heroína incomparável! Este ataque durou mais de 10 minutos, e ela nunca desistiu de tentar salvar seus bebês”, escreveu Gibson.

As autoridades não disseram por que os animais de estimação da família atacaram violentamente os únicos filhos do casal.

O Gabinete do Xerife do Condado de Shelby, que está investigando os trágicos assassinatos, disse que os pit bulls foram sacrificados na quinta-feira.

A polícia e o corpo de bombeiros responderam na quarta-feira às 15h30 na casa de dois andares perto do Shelby Forrest State Park, e as crianças foram declaradas mortas no local.

“Eles eram perfeitos, eram lindos”, disse Canfield sobre o bebê e a criança, acrescentando que “se adoravam”.

A irmã de Kirstie Jane Bennard, que não forneceu seu nome, pediu privacidade enquanto a família sofre. “Não foi apenas uma perda para minha irmã, mas para mim também”, disse ela, chorando. “Era minha sobrinha e sobrinho.”

A comunidade está se recuperando do terrível ataque.

“Dizer que estou sem palavras e que meu coração está partido desde que descobri é um eufemismo”, escreveu a amiga Stephanie Chipman no Facebook acima de uma série de fotos de Kirstie Jane Bennard e sua família.

“Apenas em choque absoluto. Orando tanto para que o bom Deus abrace você e sua família e ajude você a passar por isso. Aqui para você sempre e te amo muito!” a postagem continuou.

As autópsias das crianças ainda estão pendentes e devem acontecer nos próximos dias.

Leia também: Nas redes sociais, pessoas afirmam que irão “bater” em quem se fantasiar de Jeffrey Dahmer no Halloween

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Fonte: Crescer

RECOMENDAMOS