A imagem dos elefantes satolli, bêbados e deitados no chão depois de beber ‘vinho de milho’ e comer em grandes quantidades, foi ao redor do mundo criando uma certa alegria. O problema é que nesta foto, na realidade, não há nada para rir.

Eles foram a uma vila na província chinesa de Yunan para encontrar comida. Quatorze elefantes de vários tamanhos que invadiram o milho, mas também o “vinho do milho” a tal ponto que acabaram dormindo (adormecidos) em uma plantação de chá.

A imagem refere-se a duas realidades: a primeira é que os elefantes foram para a vila porque, após o coronavírus, ainda há alerta e restrições quanto à possibilidade de sair e levar uma existência normal. Assim como os golfinhos que retornaram aos portos e o casal de pato-real que se aninha no cais de Veneza , esses elefantes também se aproximaram das casas.

While humans carry out social distancing, a group of 14 elephants broke into a village in Yunan province, looking for…

Posted by Epicalyptic on Wednesday, March 18, 2020

A segunda, mais dramática, é que esses elefantes estavam desesperados para procurar água e comida devido à perda de habitat natural e que chegaram a beber vinho, ficando bêbados.

As mudanças climáticas estão colocando a biodiversidade à prova. Secas, ondas de calor, furacões, mas sobretudo extração ilegal de madeira e caça ilegal de marfim, prejudicam a vida dos elefantes que acabam inevitavelmente chegando às aldeias, com o risco (em condições normais) de também serem feridos e mortos. Especialmente nas plantações de chá, o risco de ficar preso nas “trincheiras” construídas para irrigação é alto, como já foi relatado várias vezes, principalmente na Índia.

Ninguém sabe se a foto que ele está tirando nas mídias sociais é verdadeira. Alguns elefantes passaram recentemente por uma vila na província de Yunnan, na China, mas sua presença não é incomum.

Fonte: Epicalyptic / Facebook

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.