Em outras palavras, você não acaba com a pobreza dando peixes, mas ensinando a pescar.

O empresário mexicano, considerado o homem mais rico do México, disse que a melhor maneira de ajudar os pobres é a geração de empregos.

A única maneira de eliminar a pobreza é criando fontes de emprego, não “com políticas públicas de caridade ou assistência social”, disse o empresário mexicano Carlos Slim, o homem mais rico do México.

No Fórum da democracia latino-americana, no Palácio Mineiro da Cidade do México, Slim disse que se ele pudesse acabar com a pobreza “dando 300, 400 ou 500 dólares para cada mexicano, eu adoraria, faria com prazer” porque ele está convencido de que “a pobreza não beneficia mais do que talvez alguns políticos demagogos”.

No entanto, ele argumentou que o melhor investimento social não é dar recursos às pessoas, mas dedicá-las à “nutrição, saúde, educação e emprego, emprego e mais emprego”.

“Eu tenho insistido muitas vezes que a única maneira de ver a população sair da pobreza não é com caridade, nem com políticas públicas de bem-estar social, mas com emprego”, disse ele.

Segundo Slim, nos últimos 50 ou 100 anos, “trilhões de dólares foram gastos para combater a pobreza, perdoar dívidas, criar programas de alimentação e saúde”, sem obter os resultados desejados.

O empresário, acionista majoritário da Telmex, maior empresa de telefonia do México e uma das maiores da América, disse que as empresas e seus proprietários têm a responsabilidade de pagar impostos e gerar produtividade, mas essas tarefas também correspondem à sociedade civil.

Organizações acadêmicas e civis apontam que as empresas de Slim controlam os mercados em que operam, impedindo que outras empresas entrem ou afetem os concorrentes.

Slim defendeu a existência de grandes empresas afirmando que “é perverso pensar que em países que não são muito ricos, deve haver empresas muito pobres e que as únicas empresas ricas nesses países, são estrangeiras”.

“Eu acho que é uma ideia errada ou uma atitude perversa ou uma política buscando outros fins”, disse ele.


Via Despierta Cultura

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.