A águia foi quem iniciou o ataque, mas teve mais olhos do que barriga e acabou por quase morrer afogada.

Uma águia-americana teve de ser salva por uns criadores de salmão depois de ter sido atacada por um polvo que quase a afogou.

A águia desceu do céu, o seu ambiente mais natural, para agarrar um polvo na água, o seu próprio habitat. Resultado: o polvo, que tinha a vantagem de estar jogando em casa, acabou por conseguir imobilizar o adversário com um abraço mortífero.

Mas a história, que ocorreu na Ilha de Vancouver, no Canadá, teve um final – se não feliz – pelo menos não fatal, visto que ambos os animais sobreviveram.

Um grupo de criadores de salmão que estava na zona do ataque deu com a fantástica cena, depois de terem sido alertados pelos ‘gritos’ da águia e pelo som do seu bater de asas na água, contaram ao canal CTV News.

A águia estava quase submersa, com um polvo gigante a tentar arrastá-la para debaixo de água.

“Não tínhamos a certeza se devíamos interferir, porque é a mãe natureza, a sobrevivência do mais forte. Mas era [uma cena] de partir o coração — ver este polvo tentando afogar a águia”, explicou um dos membros da ‘equipe de resgate’.

Com a ajuda de uma vara com um gancho na extremidade puxaram o polvo, que insistia em manter os tentáculos abraçados à águia, para junto deles e a determinada altura a ave de rapina conseguiu libertar-se. Em seguida os criadores também soltaram o polvo.

Veja o registro em vídeo feito pelas pessoas que socorreram a águia

Com informações do site Sol

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.