Dois prisioneiros se barricaram em uma ala da prisão sueca de Hallby e fizeram dois guardas como reféns. De acordo com o relatório subsequente, os dois internos armados com lâminas de barbear e condenados por homicídio exigiram como resgate que todos os seus companheiros na ala prisional recebam pizza.

Conforme noticiado pelo jornal sueco Aftonbladet , os dois sequestradores cobriram as câmeras de vigilância e aproveitaram a situação para exigir um helicóptero e pedir um total de 20 pizzas com ingredientes de kebab para o restante dos colegas.

Pouco depois, algumas fotos mostraram os policiais dessa prisão que fica a cerca de 100 quilômetros de Estocolmo colocando várias caixas de pizza em um carro.

A princípio, a polícia se limitou a dizer que uma grande operação estava em andamento em Hallby e que havia policiais com autoridade especial no local. Posteriormente, eles confirmaram em seu site que dentro da prisão havia dois presos armados que se barricaram em um quarto e fizeram dois guardas como reféns.

Aparentemente, os dois internos conseguiram entrar à força em uma área reservada apenas para guardas e fizeram com que os policiais presentes no local fossem reféns.

Os reféns não foram feridos e foram libertados após nove horas de negociações e quando as pizzas foram entregues. Às sete da tarde, os dois condenados libertaram o primeiro refém nesta prisão de classe 1 de segurança, um dos níveis de segurança mais elevados da Suécia. Pouco depois, eles libertaram o segundo refém.

No final, os dois reclusos foram detidos e conduzidos à Sede da Polícia de Eskilstuna para depoimento. Agora, este evento está sendo investigado como um sequestro.

Fonte: Aftonbladet

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.