Ele cresceu em um bairro gentrificado com apenas alguns moradores afro-americanos, mas depois de confessar que sempre se sentiu desconfortável andando sozinho nas ruas, sua fé na humanidade foi restaurada por dezenas de vizinhos que andaram com ele em solidariedade.

O jovem de 29 anos viveu no bairro 12 de Nashville durante toda a sua vida, depois que sua família se mudou para lá há 54 anos. Mas ao longo de sua vida, Shawn Dromgoole viu o bairro mudar drasticamente.

O aumento do valor dos imóveis passou a ser um propblema para muitas famílias negras que moravam lá, que aos poucos foram se mudando para lugares onde as moradias eram mais acessíveis. Novas famílias vieram se instalar, a maioria branca e com melhor situação financeira – deixando Shawn se sentindo deslocado em sua cidade natal.

“Crescendo no meu bairro, eu sempre podia sentir os olhos, a aparência e os carros diminuindo de velocidade quando passavam por mim”, disse Shawn ao Washington Post .

Juntamente com uma enxurrada de notícias de saques e protestos contra a morte de George Floyd, surgiram postagens no Facebook alertando os vizinhos a tomar cuidado com “homens negros suspeitos”, o que acrescentou uma nova camada de medo ao desconforto de Shawn.

Então, três semanas atrás, ele foi ao Facebook e ao quadro de avisos da comunidade online, NextDoor, para expressar seu medo de andar sozinho em seu próprio bairro.

Shawn esperava pouco além de algumas palavras de encorajamento dos amigos, mas o que aconteceu depois foi muito mais do que isso. Começou a receber mensagens de amigos e estranhos, dizendo que gostariam de andar com ele.

Então ele postou um horário e um local informando a todos, caso quisessem se juntar a ele em sua próxima caminhada. Quando Shawn chegou, 75 pessoas estavam esperando lá para se juntar a ele.

“Fiquei tão impressionado que ainda não consigo encontrar as palavras. Eu não escrevi esse post pensando que as pessoas gostariam de andar comigo ”, disse Shawn.

Ele ficou especialmente impressionado com o fato de a coisa toda parecer transcender as barreiras raciais. “Todo mundo estava com máscaras, então você acabava por ver um mar de pessoas e nem sabia qual a cor da pele que tinham”.

Os holofotes edificantes sobre sua humanidade comum logo receberam cobertura da mídia local , e Shawn decidiu organizar uma segunda caminhada na área de Nashville e pressionar por caminhadas semelhantes nas cidades do país.

Na semana passada, “Walk with Shawn” atraiu multidão de quase 300 pessoas, com a notícia de que os vizinhos se conheceram, de acordo com a WTVF News . E Shawn recebeu mensagens de bairros da Geórgia, Minneapolis, Denver e Filadélfia, dizendo que começaram a copiar sua ideia.

Com sua nova campanha no GoFundMe, levantando US $ 7.000, ele reservou seu primeiro voo – para a Filadélfia para uma caminhada em 4 de julho. Sua esperança é, eventualmente, organizar uma caminhada em uma cidade diferente, toda semana. Ele está recebendo solicitações de e-mail em: wewalkwithshawn @ gmail.com .

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.