Por: Sara Espejo

Um dos comportamentos que o ser humano normalmente repete é se sentir insatisfeito com o que temos, mesmo com o que somos, na maioria das vezes não sabemos valorizar ou valorizar o que temos e sempre endossamos felicidade e riqueza a um tempo que não corresponde ao presente.

A prosperidade e a felicidade pertencem ao nosso estado natural, mas para senti-las devemos reconhecer algumas coisas:

A riqueza não depende do que temos

A verdadeira riqueza não está ligada aos zeros à direita de nossa conta, ou aos ativos, ou à nossa capacidade de aumentar nosso capital. A riqueza é um estado natural que vai além do material, que tem a ver com o que alimentamos nossos corações e almas.

Tudo é transitório

Não importa se em algum momento as coisas não vão bem como gostaríamos, ter tudo é temporário, o bom e o ruim, nos permite simplesmente valorizar cada momento, aprender com ele e valorizá-lo ou observá-lo enquanto dura. Cada experiência nos deixará algo de positivo se quisermos, mas vamos aprender a viver as experiências no tempo presente.

Não é o que nos falta que nos dói, mas a crença de que nos falta

Habituamo-nos a ver sempre o que necessitamos, o que não temos, geramos uma necessidade na nossa mente e com ela a ideia de que alcançaremos a nossa felicidade quando aquilo que almejamos tornar-se presente na nossa vida, porém, quando chegar, o que sentimos é a alegria e a satisfação do momento, mas como tudo mais, essa emoção também passa e mudamos o nome da nossa felicidade, mas um tempo futuro e assim vamos atrás de uma cenoura, pensando que contém a felicidade.

Não olhe para fora o que você carrega dentro

Nada é mais irracional do que deixar cair as chaves em casa e sair para procurá-las na rua porque lá tem mais luz. Passamos nossas vidas procurando fora do que só podemos encontrar dentro. A felicidade não depende do que temos, do que fazemos ou mesmo do que pensamos que somos. A felicidade é o nosso estado natural que só podemos sentir quando estamos cientes de nossa verdadeira essência.

Reconheça que você não precisa de nada para ser feliz e aprenda a ser grato por todas as bênçãos que fazem parte de sua vida. A verdadeira riqueza não tem nada a ver com o material.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.