Escrito por Andria Navarro Taño

Comunicação e assertividade são pilares fundamentais para melhorar o relacionamento entre pais e filhos. Isso pode ser promovido desde os primeiros anos de vida, e aqui mostramos como!

Um bom pai constrói pontes para o coração do filho e não muros

Um bom pai é aquele que guia o filho no escuro, dá-lhe a mão para segurá-lo sempre que precisar, enxuga as suas lágrimas e até chora com ele para que a dor seja menor. O papel de um bom pai é ensinar ao seu filho as coisas boas e mostrar a ele e orientá-lo quanto as más situações da vida, ser seu cúmplice em cada um dos seus sonhos, alimentá-lo, protegê-lo, dar-lhe todo o seu amor.

Se você e seu filho estão unidos pelo amor, apego e apoio mútuo, parabéns! Isso significa que você é um bom pai.

Pontes de amor para o coração de uma criança
O coração de uma criança não precisa de muitos “aparelhos para bater”. É fácil de conquistar e grande o suficiente para abrigar um país inteiro.

Construir pontes de amor para o coração de uma criança é uma das maiores e mais simples façanhas de engenharia a serem forjadas. Para fazer isso, basta:

Seja paciente em seus ensinamentos

As crianças precisam que seus professores tenham muita paciência ao ensiná-las.

Nem todas as crianças assimilam o conhecimento ou aprendem na mesma velocidade. O que para alguns é algo simples, para outros, é algo bastante complexo.

Por esse motivo, você deve estar pronto para usar toda a paciência que puder sempre que um pequeno precisar, repetidamente, aprender algo.

Leia também: “Nós tivemos a sorte de termos pais que não viviam para agradar os filhos” – Fraiman

Amarrar o cadarço, segurar bem a colher, aprender cores, memorizar produtos (tabelas matemáticas), pentear o cabelo, fazer xixi no penico… são muitas habilidades e conhecimentos que uma criança deve aprender. Você não quer que ele domine tudo em dois a três.

Todo o relacionamento que você tem com uma criança deve ser protegido pelo amor

O carinho que um ser humano recebe na infância vai se traduzir em autonomia, autoconfiança, inteligência emocional… Dar carinho não é torná-lo fraco, muito pelo contrário.

As carícias, os beijos, os abraços e até os afagos no cabelo que você dá ao seu filho, vão mostrar o quanto ele importa na sua vida, o quanto você o ama e o quanto você é feliz por tê-lo ao seu lado. Ele sabe como entender esta mensagem.

Limite e disciplina são recursos essenciais na educação de uma criança

Mas os limites não devem ser meros bloqueios ao seu comportamento: Isso não se faz porque não se faz!

Uma criança deve entender o porquê de tudo. É seu dever dizer a ele o que cada uma de suas ações implica e explicar suas razões.

Um bom pai constrói pontes para o coração do filho e não muros

Pai, assim como é extremamente fácil conquistar o carinho de uma criança, também é fácil perdê-lo.

Existem muitos muros que podem separar os pais dos filhos. Desconfiança, falta de comunicação, intolerância, violência, desgosto, distância…

Bom pai constrói pontes para o coração do filho…

Esses enormes blocos de concreto vão desfazendo os laços que a própria natureza destinou a ambos e como muros intransponíveis se posicionam entre os dois para separá-los, às vezes, por toda a vida.

Nosso dever então é aconselhá-lo. Fazemos isso com o objetivo de que tanto você quanto aquele pequenino que aguarda seu retorno todas as tardes, desfrutem da alegria de ter um ao outro.

Leia ainda: É papel dos pais apresentar aos filhos a vida como ela é, e não dizer como vivê-la

Pai, ofereça ao seu filho apenas os recursos necessários para viver. O resto, ensine -o a merecê-lo.

Elogie-o por suas conquistas e virtudes, mas aponte também seus equívocos.

Nunca o compare com outras crianças ou meça se suas realizações são melhores ou piores do que as de seus colegas.

Não exija mais do que você pode dar

Dê a ele confiança para discutir qualquer assunto, principalmente aqueles que são difíceis para você. Lembre-se de que se é complicado para você, deve ser ainda mais difícil para ele.

Dê-lhe todo o tempo que puder. Ele sabe que você ganha a vida para dar a ele o melhor presente e um futuro mais próspero. Mas entenda que além de livros, comida, brinquedos e remédios, eles também precisam de muitas horas ao seu lado.

É importante que você entenda que um bom pai deve saber abrir o coração e construir um alicerce muito sólido para erguer os alicerces de uma enorme ponte que, com o tempo, chegará ao coração do filho com sua outra ponta.

Esta ponte significará um canal indestrutível de comunicação e troca entre as duas partes. Servirá para que todas as dúvidas e preocupações encontrem imediatamente um canal confiável para serem sanadas.

Será um viaduto de infinito ensino, entrega, segurança e amor.

Texto originalmente publicado no site Éres Mama, traduzido e adaptado pela equipe do sites Pensar Contemporâneo.

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.