Esta foto tirada por Nathalie Kalbach mostra uma mulher de 85 anos enquanto alimenta um esquilo com sua própria versão em marionete no Washington Square Park, em Nova York. Incrível, não é? E a história por trás disso é igualmente incrível.

Tudo começou quando Ricky Syers, um talentoso artista de rua, conheceu Doris Diether, uma ativista dos direitos à habitação que havia perdido a voz. Segundo um artigo de Nina Golgowski para o New York Daily News, os dois se tornaram amigos instantâneos:

Foi quando ele estava com suas marionetes se apresentando no parque em que Diether, que havia perdido a voz temporariamente há um ano devido a uma lesão, se aproximou dele. “Um dia ela vem até mim e sussurra: ‘Eu tenho algo para você'”, lembrou.

Ao abrir um livro de recortes, ela revelou recortes de jornais antigos e artigos que havia escrito sobre marionetes em 1974. Os artigos mais recentemente adicionados à sua coleção eram os que ela vira do trabalho de Syers, tendo recortado e guardado para ele. O gesto o chocou.

“Essa coisa de marionete nos uniu”, disse ele sobre seu interesse comum, o que o inspirou a criar uma marionete semelhante a ela “em homenagem a ela”. … O pequeno boneco encantador com cabelos brancos e curtos de Diether e bochechas rosadas vem completo com uma bolsa, bengala, blusa e saia floridas.

Syers apresentou a mini-Diether neste pequeno vídeo:

Aqui está um vídeo mais longo sobre a amizade deles:

“Ela é o clássico, a avó de todo mundo”, disse ele sobre seu design que espelha Diether em um T.

“Ela anda pelo parque, conta a todos sobre sua marionete”, disse Syers sobre Diether. “Ela tem todo esse novo sopro de vida nela. Todo esse tempo em que eu a conheço, ela apenas sussurra.”

A velha senhora é a grande atração do parque quando usa o boneco para alimentar os esquilos.

“As crianças adoram… e os esquilos também!” – diz o marionetista orgulhoso

Adaptado de Earthly Mission

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.