Segundo policial, animal estava molhado da chuva e com fome. Ato de solidariedade aconteceu em frente a um açougue e foi registrado por câmeras de segurança.

PMs colocam comida e cobertor para cachorro de rua que estava com frio em Aparecida de Goiânia, Goiás Divulgação/Polícia Militar Câmeras de segurança de um açougue registraram um gesto de solidariedade praticado por dois policiais militares, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

As imagens mostram o momento que o soldado Rafael de Oliveira e o sargento Anderson Sátiro colocam uma vasilha com comida e um cobertor para uma cadela de rua.

O caso aconteceu no sábado (12), por volta das 21h50. De acordo com o soldado, essa cadela vive na calçada dos comércios da Avenida Santana, no Setor Retiro do Bosque. Ele conta que nesse dia havia chovido bastante e que o cobertor que ela costuma dormir, estava todo molhado.

“Nós estávamos em patrulhamento bem depois de uma chuva forte que caiu nesse dia. Como trabalhamos nessa região, já conhecemos essa cadela por ela morar ali naquela calçada. Passando pela avenida percebemos que o cobertor dela estava todo molhado e ela estava revirando o lixo, com fome,” disse o PM.

O policial conta que comovidos com a situação, ele e o colega saíram pela vizinhança até encontrarem um cobertor quentinho e uma vasilha com comida para o animal, e que se preocuparam em colocar em um local que não molhasse novamente.

“No vídeo dá pra perceber que no primeiro momento a gente colocou o cobertor perto da parede, mas depois percebemos que lá tem uma calha e que molharia o cobertor. Daí voltamos e colocamos em um lugar seco, junto com a comida”, explicou.

Ainda segundo o policial, o gesto serve para mostrar que, independente da situação, a polícia está nas ruas para ajudar, seja uma pessoal ou um animal. “Fica comprovado que a Polícia Militar além de proteger o cidadão ainda se preocupa com outras situações também”, afirmou.

Informações do G1

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.