Via Jornal da USP

Universidade recebe inscrições de quem está no ensino médio da rede pública e nos cursos de graduação para bolsas de pré e de iniciação científica; interessados devem buscar um professor orientador da USP para poder participar

Se você é estudante matriculado em algum curso de nível superior ou está no ensino médio e sonha em ser um cientista, essas oportunidades são para você. A USP está selecionando candidatos para concorrer a bolsas e participar de três programas de incentivo à pesquisa e inovação. A bolsa é uma verba do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do governo federal, para auxiliar quem está dedicado a algum projeto de pesquisa.

O primeiro programa é o Pibic-EM, sigla de Programa de Pré-Iniciação Científica e de Pré-Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Ele busca despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes do ensino médio e profissional da rede pública. Os jovens terão contato com o passo a passo em se fazer ciência, ou seja, aprender a observar, identificar e explicar um conhecimento seguindo um método.

Os candidatos ao programa terão que desenvolver atividades de pesquisa científica ou tecnológica, orientadas por um professor da USP. A bolsa tem duração de 12 meses e será paga em mensalidades de R$ 100 diretamente pelo CNPq. Neste período, o estudante não pode ter nenhum vínculo empregatício. Ele também não pode estar no último ano do ensino médio.

As inscrições terminam às 12 horas do dia 21 de maio e devem ser feitas pelo professor da USP que orientará o projeto. Ele é quem vai indicar as escolas e os supervisores com quem já têm contato e aceitam participar do programa. O resultado sai em agosto e os projetos e pagamento das bolsas começam em setembro.

Estudantes de graduação

Para quem está na graduação há dois programas: o primeiro também se chama Pibic, mas com significado um pouco diferente – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. Ele tem a finalidade de estimular o desenvolvimento do pensamento científico dos estudantes de graduação do ensino superior.

O segundo, chamado de Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti), difere do Pibic porque ele é voltado ao desenvolvimento e transferência de novas tecnologias e inovação.

No Pibic, os universitários podem escolher projetos de pesquisa em qualquer área do conhecimento. Ao longo do programa, ele será orientado por um professor, pós-doutorando ou pesquisador colaborador da USP.

Qualquer estudante matriculado em um curso de graduação pode participar, seja de uma instituição pública ou privada, no entanto, o orientador da USP deve aceitá-lo como candidato. Será esse orientador o responsável pela inscrição no Pibic. Lembrando ainda que, para concorrer à bolsa, não pode ter vínculo empregatício. A inscrição é feita pelo orientador.

Já no Pibiti, o projeto apresentado pelos estudantes tem uma delimitação. Ele deve ser o desenvolvimento, aperfeiçoamento ou estudo de viabilização de produtos, protótipos, processos, serviços, sistemas, modelos de negócios, tecnologias sociais ou tecnologias digitais, preferencialmente de caráter multidisciplinar.

Qualquer estudante matriculado em um curso de graduação pode participar, seja de uma instituição pública ou privada. É necessário encontrar um orientador para o projeto, que precisa ser professor, pós-doutorando ou pesquisador colaborador da USP.

Há duas formas de inscrições: realizada pelo orientador ou por equipes. Elas devem ser compostas de até cinco alunos de graduação da USP, que deverão indicar um orientador, docente USP, pesquisador colaborador ou pós-doutorando. Os detalhes desse formato de inscrição estão descritos no edital do Pibiti.

As bolsas terão duração de 12 meses, com o pagamento de R$ 400 mensais feito pelo CNPq. As inscrições serão aceitas até as 12 horas do dia 21 de maio. Os resultados serão divulgados em agosto e os pagamentos das bolsas em setembro.

As regras dos programas podem ser conferidas nos regulamentos:

Edital PIBIC-EM
Edital PIBIC
Edital PIBITI

As inscrições estão abertas para concorrer a bolsas oferecidas pelo CNPq, mas a USP oferece programas de iniciação científica e tecnológica sem pagamento de bolsas. Para entender melhor como funciona, acesse o guia elaborado pela Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da USP neste link ou acesse o site: https://prp.usp.br/iniciacao-cientifica-e-tecnologica.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.