Em agosto passado, duas jovens adolescentes sofreram um acidente ao tentar imitar uma Youtuber, que num vídeo, fazia pipocas dentro de uma lata de Pepsi. As meninas, de 12 e 14 anos, tentaram aquecer álcool dentro de uma lata idêntica quando a mesma explodiu. A brincadeira mal sucedida resultou em graves ferimentos, sendo que uma delas acabou por morrer duas semanas depois.

Ms Yeah, que tem milhões de assinantes no YouTube, é conhecida por vídeos de culinária de escritório não convencionais.

A influenciadora quebrou o silêncio acerca do sucedido no dia 10 de setembro na plataforma Weibo – uma das redes sociais mais populares da China – fazendo uma publicação em que declara que a tragédia a deixou extremamente abalada e que lamenta ter desiludido os seus fãs.

Os representantes da Ms Yeah encontraram as famílias de ambas as vítimas e concordaram em pagar um valor não revelado.

Apesar de pagar uma indenização, Yeah negou que as meninas estivessem replicando seu vídeo – dizendo que tentavam um método diferente e que seus vídeos não deveriam ser instrutivos.

Um representante de Yeah, seu primo, disse que forneceria assistência financeira às famílias “independentemente de quem estivesse certo e de quem estivesse errado”.

Ela disse esperar que “não haja ódio” entre as duas partes.

No vídeo original, que agora foi retirado, Ms Yeah pode ser vista colocando grãos de pipoca em uma lata. Ela então acende uma pequena chama usando um instrumento semelhante a um queimador de álcool.

As meninas teriam esquentado álcool diretamente dentro das latas quando explodiu. Ambas foram gravemente queimadas.

Segundo o Beijing News, Zhezhe, de 14 anos, sofreu queimaduras em 96% do corpo. Ela morreu em 5 de setembro.

Xiaoyu foi levada às pressas para o hospital e as fotos dela circularam amplamente no site de mídia social Weibo, mostrando queimaduras graves no rosto e nos braços.


Com informações da BBC

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.