Aves canoras estão morrendo misteriosamente na região mesoatlântica dos EUA.

Muitos foram descobertos doentes com edema ocular e secreção; alguns parecem ter problemas para levantar a cabeça, indicativo de inchaço. Eles também apresentam sintomas neurológicos como tremores, desorientação, vôo errático e falta de equilíbrio.

Mais de 280 aves doentes ou mortas foram encontradas somente em Indiana desde maio. As espécies afetadas incluem gaios azuis, grackles comuns, robins americanos, cardeais do norte e estorninhos europeus, em estados como Ohio, Kentucky, Pensilvânia, Virgínia, Virgínia Ocidental, Maryland e Washington DC.

Testes toxicológicos e autópsias até agora não forneceram respostas conclusivas, mas descartaram algumas das suspeitas usuais, como o vírus da gripe aviária , vírus do Nilo Ocidental e salmonela.

“À medida que isso se desenrola, está se tornando um quebra-cabeça complicado”, disse a veterinária da Universidade da Pensilvânia, Lisa Murphy, ao The Philadelphia Inquirer . “Nenhuma doença ou agente de doença salta [para fora]. Isso parece ser algo único e incomum”.

Mais testes estão em andamento.

É como “tentar encontrar um objeto desconhecido em um palheiro”, disse a ornitóloga Allisyn Gillet do Departamento de Recursos Naturais de Indiana em uma coletiva de imprensa .

Qualquer que seja a causa da doença, as aves jovens parecem ser especialmente suscetíveis.

Jennifer Toussaint, chefe de controle animal em Arlington, Virgínia, recebeu recentemente quatro gaios azuis bebês de residentes preocupados. Uma gosma crocante havia selado seus olhos, eles estavam letárgicos e instáveis.

Cada um era rechonchudo, indicando que “seus pais fizeram um ótimo trabalho cuidando deles”, disse Toussaint à Science Magazine .

Cientistas e funcionários agora estão pedindo ajuda ao público.

“Se você encontrar pássaros doentes ou mortos, entre em contato com a agência de conservação da vida selvagem do seu estado ou distrito para obter mais instruções e ajudá-los a rastrear este evento”, disse o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) em uma atualização .

A agência e outros especialistas em vida selvagem e animais estão pedindo às pessoas que mantenham seus animais de estimação contidos, evitem lidar com pássaros sem proteção – como um saco plástico – e parem de alimentar e fornecer banhos de água para pássaros enquanto a doença continuar, já que essas atividades podem ajudar a espalhar patógenos potenciais.

“Limpe os comedouros e banhos de pássaros com uma solução de alvejante a 10 por cento (uma parte de alvejante misturada com nove partes de água), enxágue com água e deixe secar ao ar”, aconselha o USGS .

Este é apenas o último evento de morte de pássaros nos Estados Unidos, o que é preocupante. No ano passado, dezenas de milhares de pássaros canoros , incluindo papa-moscas migratórios e toutinegras, foram encontrados mortos de fome no Novo México, Colorado, Texas, Arizona e Nebraska.

Os cientistas suspeitam que isso tenha sido causado por um clima frio incomum relacionado à crise climática – a maioria dos pássaros famintos eram insetívoros.

A boa notícia é que o número de pássaros doentes parece estar diminuindo na área de Washington, onde a misteriosa doença foi relatada pela primeira vez. Esperançosamente, os pesquisadores saberão mais em breve.

Informações de Science

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.