Laura, uma menina de oito anos de idade, escreve uma carta ao fabricante de uma determinada marca de uísque, que ela inocentemente acredita ser uma pessoa real. Em suas palavras ela demonstra sua decepção com o pai e o suposto “amigo” que o arrasta para beber.

Ela narra toda as desventuras de ter perdido o pai para esse tal parceiro, conta das mudanças no comportamento dele e diz o quanto gostaria que o causador da ruína de sua família se afastasse para sempre.

A ONG Bandeiras Brancas, movimento que cria ações de comunicação em prol da paz, resolveu produzir o conteúdo da carta em forma de vídeo. “A ideia é que o vídeo alcance o seu público alvo e alerte os seus familiares”, diz Bruno Barbosa, idealizador da ONG

O vídeo é narrado em inglês e tem versões legendadas, já que Barbosa espera atingir diversos países com a iniciativa.

Se prepare para um final triste e inesperado.

FONTE ONG Bandeiras Brancas

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.

COMENTÁRIOS