Após entrar em contato com familiares de Don Phillips na data de ontem e informado que ele e Brundo, desaparecidos desde o dia 5, foram encontrados, o embaixador brasileiro no Reino Unido, Fred Arruda, pediu desculpas à família do jornalista inglês Dom Phillips dizendo que as informações repassadas não eram verdadeiras.

“Lamentamos profundamente que a embaixada tenha passado à família ontem informações que não se mostraram corretas”
, escreveu Arruda em carta endereçada aos parentes de Dom. O conteúdo da carta foi revelado pelo jornal britânico The Guardian na tarde desta terça-feira (14/6).

O diplomata brasileiro alegou que uma equipe multiagências criada na embaixada de Londres para responder aos desaparecimentos havia sido “enganada” por informações recebidas de “oficiais investigadores”.

“Pensando bem, houve precipitação por parte da equipa multiagências, pelo que peço desculpa de todo o coração”, acrescentou Arruda, insistindo que “a operação de busca vai continuar, sem poupar esforços”.

Entenda, em três pontos, o conflito de versões sobre a localização de corpos:

De acordo com a esposa de Dom, Alessandra Sampaio, as equipes de buscas teriam localizado os cadáveres dos dois homens. As informações teriam sido repassadas pela Embaixada Brasileira em Londres.

O jornal britânico The Guardian, do qual Dom é colaborador, noticiou que os irmãos dele também foram informados sobre a suposta descoberta de dois corpos “amarrados a uma árvore em floresta remota”.

Ainda ontem, em nota, a Polícia Federal negou que tenha encontrado os corpos, e assim também o fez a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) afirma que Dom e Bruno continuam desaparecidos.

As buscas pelo jornalista inglês Dom Phillips e pelo indigenista Bruno Araújo Pereira entram no 10º dia. Além da falta de desfecho sobre o que aconteceu com a dupla, o conflito de versões desencadeia uma série de reações e deixa familiares e amigos perplexos.

A Polícia Federal concentra os esforços em áreas próximas ao Rio Itacoaí, onde objetos pessoais dos desaparecidos foram encontrados. O Brasil e o mundo acompanham com espanto o desenrolar do sumiço.

Fonte: Metrópolis

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.