A trabalhadora autônoma Ana Paula de Oliveira, de 21 anos, ficou chocada ao ver sua bebê recém-nascida pela primeira vez após o parto, em uma maternidade do Rio de Janeiro (RJ).

Alice nasceu com 49 centímetros e 4,5 kg, sendo segurada com certa dificuldade por uma enfermeira.

A pedido da mãe, uma foto foi tirada pouco depois do parto e compartilhada nas redes sociais por Ana Paula, onde se tornou viral, impressionando milhares de internautas.

O contraste da barriga da mamãe e o tamanho da “bebezona” fica ainda curioso pelo fato de Ana ter engordado muito pouco durante a gravidez – apenas 5 kg em nove meses.

Ainda assim, os últimos exames já indicavam que Alice seria maior que o imaginado, forçando os médicos a fazerem uma cesariana.

Leia tambémBrasil fatura medalhas de ouro, prata e bronze na Olimpíada Internacional Universitária

“O tamanho da barriga não tem nada a ver, porque, até o último mês, eu tinha barriga pequena. Na última ultrassonografia, a Alice apareceu com 4 quilos e 100 gramas e ela nasceu 2 dias depois, com 400 gramas a mais”, disse a jovem.

Em entrevista ao portal Uol, Ana contou que sua filha virou o xodó da maternidade por ser a única menina do berçário – e claro, por ser enorme, bem acima da média das demais crianças.

Após a repercussão do post, a mamãe de primeira viagem fez até uma brincadeira: “A criança já nasceu na faculdade”, e os usuários entraram na onda, com: “nasceu comendo um x-tudo” e “não tomou mamadeira, foi comer uma quentinha”.

Em menos de uma semana, mais de 180 mil pessoas curtiram as fotos de Ana e Alice.

Alice é a primeira filha da carioca, que só não ficou mais assustada com seu tamanho porque já houve casos semelhantes em sua família.

A própria Ana Paula nasceu com 3 quilos e 800 gramas com 35 semanas, duas a menos que sua filha.

Já um primo dela nasceu com 5 kg; uma prima com 4,5 e o pai da criança, com mais de 5 quilos. “Eu não tive diabetes gestacional. Não fui irresponsável e nem comia muito doce”, afirma.

“Quando vi o último raio-x já imaginei o tamanho da criança. Então, comprei roupas para recém-nascido nem PP, mas sim do P para cima”, brincou ela.

Leia também‘O pássaro foi libertado’, diz Elon Musk após comprar Twitter e demitir seus diretores

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Fonte: Pais & Filhos

RECOMENDAMOS