Um momento único entre uma mãe e seu bebê teve a participação inusitada de um orangotango no zoológico de Schoenbrunn, na Áustria.

Gemma Copeland compartilhou o momento em que aparece amamentando no zoo em suas redes sociais.

Nas imagens, podemos ver a mulher ao lado da janela do habitat dos orangotangos, com uma orangotango fêmea sentada perto do vidro, olhando para eles.

“Hoje recebi apoio do mais improvável dos lugares, o momento mais surreal da minha vida que me fez chorar”, iniciou Copeland.

“Visitei o zoológico de Schoenbrunn em Viena durante uma mini-pausa com meu parceiro e filho. Entramos para ver os orangotangos no final do nosso dia que estavam brincando alegremente no recinto, então fui até a janela para ver mais de perto e me sentei perto da janela para que meu filho pudesse ver o orangotango que estava a cerca de 1,5 metro de distância. Ela então se levantou, levou um pedaço de pano até a janela e sentou-se comigo. Ela olhou diretamente nos meus olhos e colocou a mão como se fosse tocar meu filho. Eu já estava maravilhada com essa bela criatura.”

“Meu filho queria se alimentar e, como estava quieto, alimentei-o enquanto estava sentada lá. A maneira como a orangotango reagiu me tirou o fôlego, ela continuou olhando para mim, depois para meu filho e de volta novamente”, continuou ela. “Ela se sentou comigo por aproximadamente meia hora, continuou acariciando o vidro e se deitou ao meu lado como se fosse me apoiar e me proteger.

“Eu tive que compartilhar isso porque minha mente estava explodindo. Podemos ser uma espécie à parte, mas a amamentação nos conectou hoje em um momento único na vida que ficará comigo para sempre. Também tenho uma sorte incrível que meu parceiro capturou tudo isso em vídeo 💕”.

A história gerou bastante repercussão, com muitos internautas afirmando o quão bonito e comovente foi. Porém, houveram aqueles que destacaram a tristeza que sentiram ao ver o animal em um cativeiro.

Postagens em zoológicos geralmente costumam atrair este tipo de debate entre apoiadores da causa animal. Enquanto alguns contam que os zoológicos são a melhor maneira de as pessoas aprenderem sobre os animais em primeira mão, o que os leva a se preocupar mais em protegê-los na natureza. Alguns reconhecem que o cativeiro não é o ideal, mas que muitos animais morrem individualmente ou são extintos como espécie sem o trabalho que fazem.

Podemos afirmar que nem todos os estabelecimentos possuem a mesma maneira de lidar com os animais, alguns, se voltaram mais para um modelo de reabilitação e conservação, já outros, não demonstram nenhuma preocupação com o tratamento ético dos animais residentes ali, principalmente em relação a reprodução se seu ambiente natural.

No entanto, há uma coisa que a maioria pode concordar. Quer você ache ou não que os zoológicos são úteis ou prejudiciais, necessários ou não, eles existem em grande parte hoje por causa da atividade humana desequilibrando a natureza.

A mesma natureza que obriga essa criatura a se conectar com uma mãe humana, apesar de seu ambiente não natural. A mesma natureza que os humanos estão destruindo para obter óleo de palma para nossos biscoitos e sabonetes, levando os orangotangos à beira da extinção. A mesma natureza que todos nós somos responsáveis ​​por proteger.

Leia também: Mulher abandonada no altar pelo noivo decide ignorar trauma e se diverte com convidados

Fonte: Up Worthy

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS