Um dos consoles mais raros e caros do planeta está à venda. Um Nintendo Wii revestido em ouro 24 quilates foi colocado no mercado pela bagatela de US$300 mil (cerca de R$1,6 milhão). O videogame de luxo foi especialmente produzido para a Rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e acabou de ser anunciado no eBay por um colecionador. Segundo o anúncio do leilão, o aparelho, um tanto extravagante, está em perfeito estado de funcionamento. Mas o que mais chama atenção no modelo é o com certeza seu preço exorbitante, e de acordo com o site Consolevariations, o colecionador está vendendo o console para comprar uma casa.

O Nintendo Wii de luxo foi criado como uma parte de uma ação de marketing feita pela a THQ, que queria promover a coletânea de jogos lançada em 2009, Big Family Games. O videogame foi enviado para a família real britânica como um mimo, mas ele foi rejeitado porque a realeza do país tem o costume de não se envolver em ações comerciais. Por conta disso, o Wii revestido de ouro foi parar nas mãos do seu atual proprietário, um colecionador holandês.

Apesar de ser revestido a ouro, o aparelho é bem semelhante a qualquer outro modelo de Nintendo Wii da época. Dessa forma, ninguém precisa gastar US$300 mil para ter algumas horas de diversão, sendo que há plataformas como os cassinos com bônus sem depósito que permitem aos seus usuários experimentarem um vasto catálogo de jogos sem gastar um centavo. Já a versão de luxo do Wii conta com 8GB de capacidade para armazenamento de dados, em uma conta de usuário que tem o nome “THQ”. Ele ainda roda o sistema operacional na versão 3.2E, que foi disponibilizada para esse modelo em 2008.

De acordo com o vendedor do aparelho, ele não apresenta muitos sinais de uso, com exceção de algumas marcas na parte inferior do console que foram deixadas pelo tecido da almofada em que ele ficava posicionado. O controle de movimento padrão do console também apresenta um certo desgaste, o que sugere que o colecionador aproveitou bastante o tempo que ficou em posse do console. O vendedor ainda dá garantias de que o comprador do aparelho terá acesso à documentação legítima dessa unidade de luxo. Essa documentação também faz parte do pacote que foi enviado à Rainha.

Videogames caros

Há pouco tempo foram lançados os consoles da nova geração, o PlayStation 5 e os Xbox Series X/S. E o preço desses aparelhos chamou muito a atenção. Separamos então alguns videogames do passado e levamos em consideração a atual cotação do dólar e a inflação, para mostrar os consoles mais caros da história.

Philips CD-i: 1991 – Esse projeto entre a Philips e a Sony dava passos em direção ao mundo dos CDs, já que todo o planeta estava deixando de lado os vinis. E além de rodar os CDs, o aparelho vinha com um controle bem semelhante ao do Mega Drive, e tinha até mesmo alguns jogos em sua memória, como Zelda e Mario. Tudo isso pela pequena quantia de US$800, ou após a correção inflacionária US$1554 (aproximadamente R$ 8.157 na cotação do dia)

SNK Neo Geo AES: 1991 – Aparentemente, 1991 foi o ano dos aparelhos caros – a SNK era dominante no mercado dos fliperamas, e acabou resolvendo migrar para os consoles. Contudo, os componentes de suas máquinas eram muito avançados para o período, tendo dois processadores com um chip gráfico de 24-bits. Com isso, o preço do Neo Geo chegou à casa dos US$650 na época, que corrigido para os dias atuais fica US$1263 (cerca de R$6.629).

PlayStation 3 (60GB): 2006 – Quando anunciado no Brasil, o preço do aparelho era estratosférico, cerca de R$7.890 que, se corrigido pela inflação chegaria aos R$16.857 nos dias de hoje. Porém, não foi só por aqui que o preço cobrado foi considerado um absurdo – nos Estados Unidos, a versão com o HD de 60GB era vendida por US$ 600 (R$ 3150).

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.