O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), informou em seu Twitter que o procurador Demétrius Oliveira de Macedo foi preso nesta quinta-feira (23).

Na data de ontem (22), o juiz Raphael Ernane Neves, da Primeira Vara Criminal do Foro de Registro, no interior de São Paulo, decretou a prisão preventiva.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Demétrius Oliveira de Macedo é visto desferindo socos em Gabriela. A gravação mostra ainda que uma segunda funcionária é empurrada contra uma porta ao tentar conter o homem.

Leia também: Polícia Civil pede prisão preventiva de agressor de procuradora-geral no interior de SP

Conforme divulgado pela CNN, o boletim de ocorrência narra que, “por volta das 16h50 da segunda, Macedo saiu de sua sala e veio em sua direção, desferindo uma cotovelada na região da cabeça e a arremessando contra a parede. O agressor seguiu com agressões contra a colega”.

Na entrevista abaixo, concedida por Gabriela à Band, ela diz que se sente “ferida, humilhada, ultrajada, menosprezada” e afirma que “não tem como descrever tamanha a repugnância dos atos perpetrados pelo colega”:

RECOMENDAMOS







Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.