“If tomorrow starts without me” (Se o amanhã começar sem mim) é um clipe que nos faz questionar o que estamos fazendo de nossas vidas. A poesia do clipe passa uma mensagem bonita, porém provocativa, que nos leva a refletir sobre como estamos vivendo, o que estamos adiando para viver num amanhã que talvez nem exista para nós.
A narrativa do vídeo fala de despedida, de alguém se depara com o fim e com os arrependimentos das coisas que não fez, do que deixou para depois, confiante que estava muito distante o fátidico “amanhã sem ele”.

Esse “amanhã” pode ser daqui a muitos anos, mas também pode ser amanhã mesmo. E no balanço da nossas vidas, se o fizermos agora, teremos mais arrependimentos que satisfação? O que adiamos para viver num amanhã que talvez nem chegue?

Se o dia amanhã começar sem mim, espero que eu tenha amado o tanto que podia amar, que eu tenha gastado meus sorrisos de cortesia mais que podia gastar, que eu tenha aprendido que nem toda grana do mundo me livrará de fazer o sol de uma manhã qualquer brilhar sem mim.
Espero que tenha valido a pena, que eu tenha ensinado aos mais jovens, que eu tenha praticado o que aprendi da vida. Espero que a letra de Epitáfio, música dos Titãs, não me sirva como dizeres para minha lápide, basta ter servido como reflexão em vida.

Assista ao clipe, vale muito a pena.

Mensagem do vídeo

Quando o amanhã começar sem mim, E eu não estiver lá para ver, Se o sol se levantar e encontrar seus olhos todos cheios de lágrimas para mim,

Eu gostaria muito que você não chorasse Do jeito que você fez hoje, Enquanto o pensamento de muitas coisas, Nós não conseguimos dizer.

Eu sei o quanto você me ama, Tanto quanto eu te amo, e cada vez que você pensar em mim, Eu sei que você vai sentir minha falta também.

Mas quando o amanhã começar sem mim, Por favor, tente entender, Que um anjo veio e chamou meu nome, E me levou pela mão,

E disse que meu lugar estava pronto, No céu, muito acima, E que eu teria que deixar para trás Todos aqueles que eu tanto amo.

Mas quando me virei para ir embora, Uma lágrima caiu dos meus olhos Por toda a minha vida, eu sempre pensei, Eu não quero morrer.

Eu tinha tanta coisa para viver, Tanta coisa ainda para fazer, Parecia quase impossível, Que eu estava deixando você.

Pensei sobre todos os “ontens” Os bons e os maus, Pensei em todo o amor que nós compartilhamos, e toda a diversão que tivemos

Se eu pudesse reviver o dia de ontem Mesmo que somente por um tempo, Eu diria adeus e te beijaria E talvez te veria sorrir.

Mas então percebi, Que isso nunca poderia acontecer, Porque o vazio e as memórias, tomariam o meu lugar.

E quando eu pensei em coisas mundanas, Eu poderia perder o amanhã, Pensei em você, e quando o fiz, Meu coração se encheu de tristeza.

Mas quando eu atravessava as portas do céu, Eu me senti muito em casa Quando Deus olhou para baixo e sorriu para mim, De seu grande trono dourado.

Ele disse: “Esta é a eternidade, E tudo o que eu prometi.” Hoje a sua vida na Terra é passado, Mas aqui a vida começa de novo.

Prometo que não haverá amanhã, Mas que o hoje irá durar para sempre, E como todos os dias são iguais Não há nenhuma saudade do passado.

Você tem sido tão fiel, Tão confiante e tão verdadeiro. Embora houvesse momentos em que você fez algumas coisas Você sabia que você não deveria ter feito.

Mas você foi perdoado E agora, finalmente, você está livre. Então você não vai vir e tomar a minha mão E compartilhar a minha vida comigo?

(Então, quando o amanhã começar sem mim, Não pense que estamos distantes, Porque cada vez que você pensar em mim, Estarei bem aqui, no seu coração.)

Poema atribuído a David M. Romano

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pensar Contemporâneo
Um espaço destinado a registrar e difundir o pensar dos nossos dias.